• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 5 de agosto de 2010, atualizada às 18h44

    Mães e pais recebem dicas sobre cuidados com bebês 

    Aline Furtado
    Repórter

    Mães e pais de primeira viagem, ou não, tiveram a oportunidade de aprender sobre os cuidados com a gravidez, o parto e o bebê, durante mais uma edição do curso Casal Grávido, encerrado nesta quinta-feira, 5 de agosto.

    Para Ana Flora Muniz de Oliveira, grávida de sete meses de Rafael Henrique, o curso foi importante, pois durante as palestras, ela teve a chance de ampliar os conhecimentos. "O evento serviu para aliviar nossa ansiedade, já que recebemos muitas explicações e dicas", afirma Ana Flora, ao lado do pai da criança, Ricardo Rodrigues Santos Júnior.

    "Não sabia, por exemplo, que não podia apertar os seios para sair leite durante a gravidez. Aprendi que isso pode ser prejudicial para o bebê e pode acarretar, inclusive, o nascimento prematuro." Além disso, ela conta que foram repassadas dicas sobre alimentos, como aqueles considerados quentes, que não são indicados às mães, já que podem causar gases nas crianças. "Não tinha noção sobre a posição mais indicada para amamentar. Agora já sei como devo fazer."

    A enfermeira Paula Pellegrino de Mello falou sobre os primeiros cuidados com o bebê, como banho, vacinas, amamentação etc. "Os pais devem se lembrar da importância das vacinas indicadas aos recém-nascidos, como a BCG, contra a tuberculose, e a dose contra a hepatite B. Outro item de grande importância é a realização do teste do pezinho, que auxilia no diagnóstico de doenças como hipotireoidismo, a fibrose cística e alguns problemas hematológicos."

    Ainda com relação às dicas, a enfermeira lembrou que os pais não devem usar faixas ou ataduras para firmar o umbigo do bebê. O indicado é utilizar apenas álcool absoluto e gaze. Sobre a mamada, Paula lembra que as mães devem colocar a criança deitada de lado, caso a mesma não tenha arrotado antes de dormir. "Se a criança ficar deitada de costas ou de bruços, existe grande risco de engasgo e até mesmo de sufocamento. Passada uma hora que o bebê está deitado de lado, a posição pode mudar porque já houve tempo suficiente para a digestão."

    Com relação ao uso de maisena em assaduras, a enfermeira afirma que a farinha de milho pode ser utilizada, já que o produto não contém odor, o que reduz a chance de aparecimento de dermatites. Sobre a amamentação após o procedimento de cesariana, a profissional explica que o ideal é oferecer o peito com a criança deitada ao lado e virada de frente para a mãe. "Como a cesariana é invasiva, a dificuldade é maior. A mãe pode, inclusive, contar com a ajuda de outra pessoa neste momento."

    O curso Casal Grávido foi realizado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social (SAS), a Associação Municipal de Apoio Comunitário (AMAC) e a Secretaria de Saúde (SS).

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.