• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 26 de outubro de 2010, atualizada às 18h57

    Instalação de Telesaúde em Pequeri vai reduzir em 79% o número de atendimentos médicos fora do município

    Aline Furtado
    Repórter

    O município de Pequeri, localizado a 67 quilômetros de Juiz de Fora, com população aproximada de 3.100 pessoas, pretende reduzir em 79% o número de atendimentos de saúde que são encaminhados para fora do local.

    A meta foi traçada devido à instalação, no hospital da cidade, na última segunda-feira, 25 de outubro, do Centro de Telesaúde, que permite que os médicos do município recebam auxílio e orientação, em tempo real, de profissionais do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

    "Algumas especialidades médicas não atendem 24 horas. Com isso, o morador tinha que se deslocar aos centros de referência, Bicas ou Juiz de Fora, para receber atendimento especializado", explica o secretário de saúde de Pequeri, Sandro Sevaroli. A partir da implantação do novo serviço, se o atendimento relacionado à cardiologia, por exemplo, é feito por um clínico geral, este profissional poderá ser instruído por médicos do Hospital das Clínicas, por meio do uso de equipamentos como computador, webcam e câmeras. "Com isso, além de a saúde do município ser beneficiada, ganhamos tempo e economizamos."

    Uma das atividades que pode ser desenvolvida a partir do Centro de Telesaúde é a telecardiologia, que consiste no envio, em tempo real, do eletrocardiograma  para onde estão os cardiologistas de plantão, a fim de que os exames sejam analisados, laudados e devolvidos pelo médico solicitante. Podem ser realizadas, ainda, teleconsultorias, que possibilitam a interação, pela internet, entre o profissional de saúde local e os especialistas, para tratar de diferentes especialidades.

    "O ganho é grande porque não só os médicos poderão atuar no Telesaúde, mas também dentistas, farmacêuticos, fisioterapeutas e enfermeiros." O Centro de Telesaúde é fruto de um projeto do governo do Estado, que repassa a verba para aquisição dos equipamentos. O custeio do material fica por conta do município.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.