Cardiologia do HU passa a atender cerca de mil pessoas por mês com a chegada dos novos equipamentos

Jorge Júnior
Repórter
13/7/2011
hu

O serviço de cardiologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU/UFJF) atende, a cada mês, cerca de mil pacientes a partir da aquisição de novos equipamentos para o setor. A inauguração oficial do novo setor será realizada na próxima segunda-feira, 18 de julho.

De acordo com o chefe da Cardiologia do HU, Hélio Brito, o número é representativo, já que uma parte desses atendimentos não era realizado devido à falta de alguns equipamentos.

Os novos instrumentos são o Ecocardiograma; o EcoTransesofágico, aparelho que o hospital não possuía, que permite visualizar o coração com mais precisão e de forma mais detalhada do que como exame convencional (transtorácico); o Central de Holter, que permite analisar eventos cardíacos por até catorze dias. "Uma outra vantagem do Holter é que o aparelho permite uma conexão com a internet, possibilitando o envio de exames online", explica.

Outro equipamento que está aumentando a possibilidade de atendimento é o destinado à ergometria, que possui o sistema de software mais avançado do mercado, para realização desse exame. Outros equipamentos são a Monitorização Ambiental de Pressão Arterial (MAPA), os eletrocardiógrafos convencionais e os analisadores e programadores de marcapasso.

Instalações avançadas

Além das novas máquinas, o departamento também mudou as instalações, aumentando de dois, para cinco o número de consultórios. Para Brito, as mudanças são positivas. "O serviço de cardiologia do HU está em um nível muito avançando de tecnologia, estando entre os melhores serviços do país."

O médico destaca que não só o atendimento, mas a formação dos médicos que atuam na área também está sendo privilegiada. "Os profissionais trabalham em um ambiente condizente com os mais avançados recursos tecnológicos", afirma. Atualmente, o setor conta com quatro profissionais e quatro professores.

Projetos futuros

O departamento de cardiologia também prevê a implantação de um local para oferecer o serviço de Hemodinâmica, de uma forma que fique junto ao serviço de cardiologia. A outra proposta é de que os computadores de marcação de consultas estejam ligados em rede com o Sistema Único de Saúde (SUS) para que as consultadas sejam marcadas via internet.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.