Quinta-feira, 13 de outubro de 2011, atualizada às 18h01

Médicos do SUS paralisam atividades no dia 25 de outubro

Aline Furtado
Repórter
Manifestação médicos

No dia 25 de outubro, médicos que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) paralisam as atividades em Juiz de Fora. Na data será lembrado o Dia Nacional de Luta em Defesa do SUS.

O objetivo do movimento é chamar atenção para a situação do sistema. "O ato é uma forma de denunciar as condições de trabalho no SUS, cobrando soluções para os problemas que atingem não só os médicos, mas outros profissionais da saúde. Além disso, é uma luta contra a má gestão", explica o secretário-geral do Sindicato dos Médicos, Geraldo Sette.

Segundo ele, a expectativa de adesão ao movimento equivale a aproximadamente 400 profissionais municipais, estaduais ou federais, que atendem a serviços que não são da urgência e emergência. Ainda segundo o médico, a cidade deve contar, atualmente, com cerca de 900 médicos atendendo pelo SUS. "Nem todos são servidores públicos, mas atendem ao SUS por meio de prestação autônoma ou por vínculo trabalhista com hospitais filantrópicos ou privados."

No dia da mobilização, os profissionais deverão se reunir, por volta das 10h, na Sociedade de Medicina e Cirurgia. Em seguida, por volta das 11h, a categoria sai em direção ao PAM-Marechal, onde será realizado um ato público. Mais tarde, às 19h30, os médicos reúnem-se em assembleia.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.