Sexta-feira, 16 de dezembro de 2011, atualizada às 16h20

Atendimentos a partos em Santos Dumont serão normalizados em janeiro

Aline Furtado
Repórter
Hospital de Misericórdia de Santos Dumont

Sem atender a gestantes em serviço de parto desde o mês de junho, a previsão é que os atendimentos no Hospital de Misericórdia de Santos Dumont, único da cidade, sejam regularizados ainda na primeira semana de janeiro. O problema deve-se à falta de profissionais, já que apenas um pediatra prestava atendimentos.

A informação sobre a retomada dos trabalhos foi dada nesta sexta-feira, 16 de dezembro, pelo provedor da unidade hospitalar, Marcos Fernandes Barreto. "No último sábado, dia 10, assinamos um contrato com a Fundação Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)."

A unidade será responsável pela gestão, pela contratação dos profissionais e pela aquisição de novos equipamentos. Os convênios firmados totalizam repasse de R$ 8 milhões. O contrato tem validade de três anos, podendo ser prorrogado por igual período. "A expectativa é que a maternidade esteja funcionando normalmente logo após a transferência da gestão, que ocorre no dia 2." O hospital atende a cerca de 54 mil habitantes de Santos Dumont e de municípios do entorno.

Atualmente, a instituição apresenta 67 leitos e 153 funcionários. Do total de leitos, 49 estão destinados ao atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) e 18 direcionados aos atendimentos a particulares e conveniados. Entre as prioridades para o início dos trabalhos estão equipar e ativar os seis leitos de UTI adulto, com a previsão de aumentar o número de vagas para dez leitos.

Com a falta de atendimento, desde, junho, entre 40 e 50 gestantes são transferidas, por mês, a Juiz de Fora. Na última quinta-feira, 15, uma jovem de 19 anos deu à luz, em uma ambulância, um bebê, após ser atendida no pré-atendimento do hospital de Santos Dumont. A mãe, que chegou à unidade em trabalho de parto, foi transferida para ser atendida no Hospital João Penido, em Juiz de Fora, onde a criança está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.