• Assinantes
  • Saúde
    Segunda-feira, 23 de janeiro de 2012, atualizada às 18h45

    Onze hospitais da região farão trocas de próteses de silicone impróprias para uso

    Aline Furtado
    Repórter
    Silicone

    Onze instituições hospitalares da região, sendo quatro delas localizadas em Juiz de Fora, estão aptas a efetuar, gratuitamente, a troca de próteses de silicone das marcas PIP (francesa) e Rofil (holandesa), em usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

    A lista que engloba 371 hospitais, espalhados em todo o país, que realizam cirurgias de alta e média complexidade, foi divulgada nesta segunda-feira, 23 de janeiro, pelo Ministério da Saúde (MS).

    As duas fabricantes utilizaram silicone impróprio para o uso no corpo. O risco de ruptura destas marcas é maior e o material que vaza oferece risco à saúde. É necessário que o paciente tenha algum sinal ou confirmação de ruptura da prótese para que possa passar pela cirurgia de troca. Para avaliar o risco de ruptura, o paciente deve procurar qualquer unidade de saúde do SUS. A orientação do MS é o que o procedimento seja realizado, em princípio, pelo serviço de referência onde o implante inicial ocorreu.

    Em caráter excepcional, os pacientes que estiverem distantes do médico ou do estabelecimento onde realizaram o implante poderão procurar um dos 371 serviços de saúde ou, ainda, qualquer unidade de saúde ou Centro de Especialidades do SUS mais próximo, a fim de que seja feita uma avaliação do implante e das condições de saúde e, consequentemente, o encaminhamento à unidade que realizou o procedimento cirúrgico inicial.

    De acordo com as diretrizes técnicas estabelecidas, todos os usuários do SUS e também os da Saúde Suplementar que possuírem implante mamário de silicone das marcas PIP ou Rofil e que apresentarem sinal ou confirmação de ruptura da prótese deverão ser acolhidos pela rede de assistência pública ou conveniada ao SUS, como também pelas operadoras de planos de saúde.

    Lista dos hospitais da região
    • Associação Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer de Juiz de Fora (Ascomcer-JF);
    • Instituto Oncológico (Juiz de Fora);
    • Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora;
    • Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora;
    • Hospital de Cataguases;
    • Centro Barbacenense de Assistência Médica e Social (Barbacena);
    • Fundação de Assistência Viçosense (Viçosa);
    • Casa de Caridade Leopoldinense (Leopoldina);
    • Fundação Cristiano Varella (Muriaé);
    • Hospital São Paulo (Muriaé);
    • Irmandade Nossa Senhora da Saúde (Ubá).

    Confira a lista completa com os 371 hospitais que poderão efetuar a troca

     

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.