• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 4 de maio de 2012, atualizada às 15h24

    Campanha contra Influenza A começa neste sábado em Juiz de Fora

    Da Redação
    vacina

    Começa neste sábado, 5 de maio, a vacinação contra a Influenza A (H1N1), para as crianças com idade entre seis meses e dois anos, grávidas em qualquer período gestacional, idosos com sessenta anos ou mais, além de profissionais de saúde que prestam atendimento diretamente a pacientes com suspeita da doença.

    Em Juiz de Fora, o Dia D de Vacinação tem abertura a partir das 8h, no Parque Halfeld, e se estende até as 17h, com atrações como o Bairro de Lazer, da Secretaria de Esporte e Lazer, Médicos do Barulho e Escola de Samba Mirim Império da Torre. Ao todo, cerca de 90 postos de saúde em todo o município oferecerão as imunizações (veja os locais).

    As crianças que passarem pelo Parque Halfeld poderão se divertir com escultura de balões, pintura de rosto, pula-pula, piscina de bolinhas, entre outras recreações. Já as gestantes irão receber orientações da equipe do Banco de Leite, que esclarecerão dúvidas sobre os cuidados necessários neste período.

    Outros pontos

    Além do Parque Halfeld, todas as Unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps) e outros oito pontos serão estruturados para receber a população definida pelo MS para serem imunizadas: PAM Marechal (rua Marechal Deodoro 496); PAM Andradas (avenida dos Andradas 301); Departamento de Saúde da Criança e do Adolescente (DSCA, rua Espírito Santo 1.023); Centro Cultural de Benfica (rua Tomé de Souza 200); Igreja Sagrado Coração de Jesus (rua Doutor Alberto Vieira Lima 50, Bairu - em frente ao posto policial); Igreja do Evangelho Quadrangular de Ponte Preta (rua Ivan José da Hora 106, Ponte Preta), além de dois shoppings da cidade, um localizado na avenida Presidente Itamar Franco 3.600, e o outro na rua Jarbas de Lery Santos 1.655.

    Meta

    O objetivo da campanha é imunizar pelo menos 80% das 89.769 pessoas estimadas para receber a vacina no município e manter baixo o índice de morbimortalidade em decorrência de gripe. A vacinação destes grupos é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como a mais efetiva estratégia de prevenção para a redução de ocorrência da doença, internações e óbitos. A dose conjuga dois vírus similares ao Influenza A (H1N1 e H3N2) e o vírus similar ao Influenza B.

    Segundo dados do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEA), no município, em 2011, foram vacinados 86,77% dos grupos prioritários definidos pelo MS, num total de 75.572 doses administradas, meta que não era alcançada na cidade desde 2006.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.