• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sábado, 4 de junho de 2016, atualizada às 10h50

    Matchá: saiba mais sobre as propriedades dessa erva que ajuda a emagrecer

    Lucas Soares
    Repórter

    A busca pela perda de peso ganhou mais um poderoso aliado. Recém-chegado ao Brasil, o matchá é um produto termogênico que acelera a queima de gordura, de forma ainda mais eficiente que o chá verde.

    Ambos os chás são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis, porém, a forma de produção artesanal torna o matchá diferente. "São folhas de um arbusto originário da China, que produzem flores parecidas com camélias. Por isso este arbusto tem o nome científico de Camellia sinensis, que em latim significa “camélia da China”. É basicamente dessa planta que vem a maioria dos tipos de chá propriamente ditos.", explica a nutricionista Marileia Ragone.

    A profissional também revela as propriedades presentes na bebida, que pode ser servida tanto quente, quanto fria. "Além de saborosa, tem vitaminas e minerais e é uma das fontes mais ricas em ácidos fenólicos, que é um composto químico que aparece naturalmente em alimentos de origem vegetal e responsáveis pelo sabor amargo e adstringente. [Os chás] são capazes de combater os radicais livres, que prejudicam o bom funcionamento do organismo, têm propriedades antioxidantes, com quantidades razoáveis de flavonóides e são capazes de inibir o processo de oxidação do mau colesterol (LDL), prevenindo doenças cardiovasculares e o câncer. Ele é diurético, termogênico e combate o envelhecimento precoce. Também ajuda a diminuir o risco de desenvolvimento de doenças crônicas", complementa.

    Outra característica da erva é seu potencial estimulante, conforme Marileia chama atenção. "Por isso diminui estados depressivos, deixando o cérebro em alerta e ajudando a diminuir a fadiga. Ajuda na perda de peso por ser diurético e termogênico. Assim como todos os alimentos saudáveis, a erva-mate não faz milagres sozinha. Um padrão alimentar habitual pobre em gordura saturada, colesterol e sódio, associado ao consumo de erva-mate, pode reduzir o risco de doenças", garante.

    No entanto, apesar dos benefícios, a nutricionista diz que a bebida não deve ser consumida por todas as pessoas, nem à vontade. "Quem tem doenças cardíacas graves não deve usar, porque pode causar arritmia, além de hipertensos, pessoas com gastrite e gestantes. O uso deve ser orientado por um profissional, pois ele tem restrições nos casos acima citados. Deve ser tomado um litro por dia, preferencialmente antes da 17h. Por conter cafeína, ele pode causar alteração no sono, gerando insônia", fala.

    Por fim, Marileia ensina a fazer um chá para ser servido quente. "Ferva um litro de água, desligue e coloque duas colheres de sopa cheias da erva. Abafe por 10 minutos e depois coe. Tome sem adoçar, pois o açúcar ou adoçante tira o princípio ativo da erva, apenas o mel puro poderia adoçá-lo."

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.