• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 11 de agosto de 2016, atualizada às 15h28

    HPS procura familiares de paciente internado no CTI sem identificação

    Da redação

    O Hospital de Pronto Socorro (HPS) procura familiares de um paciente que está internado no CTI da unidade sem identificação desde o dia 4 de agosto. O paciente foi encontrado desacordado na Avenida Brasil, às margens do Rio Paraibuna, próximo à Polícia Federal e trazido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

    Trata-se de um homem branco, de estatura média, olhos claros (esverdeados), parcialmente calvo, barba e cabelos brancos, idade em torno de 60 anos e pesando aproximadamente 70 kg. Foi encontrado trajando uma blusa social de botões listrada em tons de cinza claro, calça jeans azul-escuro, cinto de couro preto, boné branco de aba azul escrito "Programa Chapéu de Palha" na parte frontal e na lateral "Governo Estado do Pernambuco", além de tênis cinza escuro com fechamento com velcros. Estava com uma bolsa de pano bege, com a logo da Editora Paulus, bermuda jeans escura dobrada dentro da bolsa. Entre as roupas, havia, ainda, um casaco de moletom com listras verticais pretas e verde-musgo, com zíper na frente e capuz.

    Entre seus pertences estavam uma carteira de couro marrom com R$ 55, um relógio analógico de fundo branco e correia de couro preta de marca identificada como "Orient"  e um bilhete escrito de próprio punho, com a seguinte inscrição "Meu suicídio é um mal necessário. Peço às autoridades que me enterrem logo que for possível. Não tenho quem possa 'reclar' [que acreditamos ser 'reclamar'] o meu corpo. Obrigado". Além disso, havia uma passagem de Belo Horizonte para Juiz de Fora, da empresa Atual, datada de 9/4/2016, com embarque às 8h15.

    Com informações da Secretaria de Saúde

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.