• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 29 de novembro de 2016, atualizada às 12h

    Ações para combate ao mosquito Aedes aegypti em Juiz de Fora são divulgadas

    Da redação

    Na tarde da última segunda-feira, 28 de novembro, a Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) divulgou o novo pacote de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.

    De acordo com a assessoria da pasta, entre as medidas apresentadas, a novidade é que em novembro os agentes de combate a endemias iniciaram o processo de regionalização e zoneamento. Este trabalho consiste no desenvolvimento das atividades de campo no âmbito das áreas de abrangência referentes a uma Unidade de Atenção Primária à Saúde (Uaps), subdividida em zonas restritas, denominadas áreas de zoneamento, que correspondem ao espaço de atuação e responsabilidade de um agente. Cada zona tem, em média, mil imóveis, o que proporciona maior vínculo e identificação deste profissional com a comunidade na qual ele desenvolve seu trabalho.

    Além disso, o Exército Brasileiro fará novamente parceria com a PJF para ações de vistorias e tratamentos focais, com objetivo de aumentar o número de visitas e controlar o vetor. A previsão é de que as ações tenham início na primeira semana de dezembro, com cerca de 90 militares atuando.

    Foi anunciado, ainda, que os agentes comunitários de saúde serão gratificados pela visitação, com preenchimento de boletim vetorial, sendo, assim, um incentivo a mais para contribuírem com os trabalhos. Ações anteriormente realizadas também serão retomadas a partir de dezembro, como os mutirões de limpeza urbana, com base no Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa), o trabalho de mobilização social com a população nos bairros, a blitz educativa em parceria com a Polícia Militar (PM) e a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) em bairros prioritários, a ampliação dos trabalhos de vistoria dos 230 pontos estratégicos da cidade a cada 15 dias e a participação da “Sala de Operações”, com todas as secretarias da PJF e outros parceiros.

    As entradas forçadas, com notificações e multas por descumprimento ao proprietário do imóvel, também serão acentuadas através da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU), do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb), da Secretaria de Obras (SO), da Procuradoria Geral do Município (PGM) e da Guarda Municipal (GM), nos locais que apresentarem risco sanitário eminente.

    Outras ações

    • Nesta terça-feira, 29, às 14 horas, a SS realizará o "Fórum Arboviroses: Aprendendo com a Epidemia de 2016 – Rede de Assistência da Urgência e Emergência”. A ideia é capacitar os profissionais da rede pública e privada para o acolhimento, discutir os casos clínicos e tratar sobre os protocolos de atendimento entre a rede de saúde.
    • Seminário Unimed – Parceria que será realizada em 5 de dezembro.
    • Apresentação de dados epidemiológicos e protocolos, pela equipe de Vigilância em Saúde, para os profissionais da rede.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.