• Assinantes
  • Saúde
    Terça-feira, 24 de janeiro de 2017, atualizada às 17h19

    Secretaria de Saúde apresenta ações de prevenção à febre amarela

    Da redação
    foto

    Juiz de Fora segue em situação epidemiológica segura em relação à febre amarela, conforme afirmou a secretária de Saúde, Elizabeth Jucá, durante coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira, 24 de janeiro. O surto da doença, que atinge algumas regiões de Minas, não é uma realidade no município, que não registra casos da doença. Para garantir prevenção, a Secretaria de Saúde lançou uma instrução normativa com orientações sobre a vacinação contra a febre amarela. O documento estabelece normas técnicas preconizadas pelo Ministério da Saúde. Ainda haverá fiscalização nas áreas rurais do município.

    Segundo a secretária de saúde será feita a padronização imediata das recomendações sobre a imunização com base na preconização do Ministério da Saúde. Por meio de recomendação do departamento de Vigilância Epidemiológica, todas as Unidades de Atenção Primária à Saúde (Uaps) receberam reforço nas orientações sobre indicações e contraindicações da vacina. O documento também será enviado às unidades da rede particular do município.

    Em janeiro, Juiz de Fora recebeu 14.600 doses da vacina. Todas já foram entregues pela Superintendência Regional de Saúde e outro lote de 5 mil vacinas deve ser encaminhado ao município na quarta-feira, 25.

    A Secretaria de Estado de Saúde investiga 83 mortes suspeitas por febre amarela. Já são 32 mortes confirmadas, de acordo com o setor. Até segunda, 23, foram notificados 391 casos suspeitos de febre amarela, sendo que desses 58 são casos confirmados.

    Campanha

    A SS também lançou campanha nas redes sociais “Antes de vacinar, procure se informar”, que pretende esclarecer mitos e verdades sobre a doença, formas de contágio e vacinação. “Queremos que a população saiba que estamos monitorando nosso município e sua situação no Estado, para não deixar que esta doença chegue aqui. Estamos indo muito bem, e com mais informação, pretendemos garantir a tranquilidade até o final deste período”, explica a secretária.

    Embora a chamada febre amarela urbana esteja extinta há mais de 75 anos, a vacina foi adotada para a prevenção, uma vez que ainda são notificados casos silvestres da doença. Além das Uaps, as doses estão disponíveis no Departamento de Saúde da Criança e do Adolescente (DSCA), na Rua São Sebastião, 772, e no setor de imunização do Posto de Atendimento Médico (PAM) Marechal, na Rua Marechal Deodoro, 496, 3º andar.

    Vacina

    A vacina é contra-indicada para crianças menores de seis meses, alérgicos a ovo de galinha e seus derivados e a outros componentes da vacina. Pessoas com Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), transplantados, pacientes com tratamento de câncer e com imunodeficiência também não devem vacinar. Gestantes e pessoas acima de 60 anos devem ter cuidado na hora de tomar a vacina.


    Com informações de

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.