• Assinantes
  • Saúde
    Quinta-feira, 2 de março de 2017, atualizada às 16h33

    UFJF e Ministério Público assinam termo de cooperação pela saúde de Juiz de Fora e região

    Da redação
    foto

    Nesta quinta-feira, 2 de março, foi assinado pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG), um termo de cooperação técnica, com o objetivo de produzir indicadores, análises e avaliação comparativa das políticas de saúde dos municípios que integram a Região Ampliada de Saúde Sudeste do estado. O objetivo é que a UFJF promova estudos técnicos que serão usados para subsidiar as ações do MPMG a respeito da situação da saúde na região.

    Os estudos pretendem avaliar a correlação entre a ausência ou a insuficiência dos procedimentos de pré-natal recomendados pela Política Nacional de Atenção Básica (Pnab) e a ocupação de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) neonatal no Sistema Único de Saúde. Em outra frente, a cooperação técnica irá avaliar se as propostas de gestão dos recursos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica (CBAF) atuam com eficiência, transparência e economicidade nos municípios da região. “A intenção dessa parceria é viabilizar, por meio da UFJF, pesquisas científicas que possam nos demonstrar as causas de diversos desses problemas que vivenciamos no dia a dia”, explica o coordenador regional das Promotorias de Justiça de Defesa de Saúde da Macrorregião Sudeste (CRDS-Sudeste), Rodrigo Ferreira de Barros.

    Os indicadores serão produzidos pela Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) e pelo Grupo de Pesquisa Gestão e Avaliação de Tecnologia em Saúde (Geats) da UFJF. Da parte do MPMG participam o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Saúde (CaoSaude) e a CRDS-Sudeste.

    O reitor Marcus Vinicius David ressalta a importância da assinatura. “Para a UFJF, toda a vez que conseguimos dar o caráter transversal às nossas ações, englobando várias unidades, nossa ação científica é impulsionada. Creio que essa parceria com o Ministério Público é mais uma prova de que o conhecimento gerado pode ser apropriado pela sociedade, especialmente na questão da saúde.”

    O termo de cooperação terá duração de 60 meses e visa estudar a saúde em 94 municípios integrantes da Região Ampliada de Saúde Sudeste, formada pelas microrregiões de Além Paraíba, Carangola, Juiz de Fora, Lima Duarte, Bom Jardim de Minas, Leopoldina, Cataguases, Muriaé, Santos Dumont, São João Nepomuceno, Bicas e Ubá.

    Com informações da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.