• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Segunda-feira, 22 de janeiro de 2018, atualizada às 17h00

    Homem internado em JF morre com suspeita de febre amarela

    Da redação

    Um homem, de 53 anos, morador da zona rural de Belmiro Braga, morreu na madrugada desta segunda-feira, 22 de janeiro, na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora. Ele foi internado na última semana com suspeita de febre amarela no Hospital João Penido e transferido para Santa Casa, onde passaria por um transplante de fígado. Outra morte de paciente com suspeita da doença morreu no último sábado, 20, no João Penido. Ele também era de outra cidade da região, mas não foram divulgados seu município de origem ou informações pessoais. Os casos estão em investigação.   

    De acordo com assessoria da Santa Casa, o homem de 53 anos foi transferido para fazer um transplante de fígado na sexta, 19, em função de uma hepatite fulminante. "Entretanto, ele faleceu nesta madrugada do dia 22, por volta de 3h, antes de realizar o transplante. O procedimento ainda não havia sido realizado porque não tinha órgão disponível", explicou o hospital através de nota enviada à imprensa.

    A Secretaria de Saúde de Belmiro Braga confirmou que o paciente foi o primeiro na cidade com sintomas da febre amarela. Ele morava no distrito de Porto das Flores.

    Vacinação em Juiz de Fora

    Conforme o boletim da febre amarela divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde nesta segunda, 22, cerca de 23 mil juiz-foranos foram imunizados contra a doença na cidade nos primeiros 20 dias de janeiro deste ano. Os dados são do Setor de Imunização da Subsecretaria de Vigilância Epidemiológica. No último sábado, 20, quando os postos ficaram abertos das 8h às 17h, foram aplicadas 9.818 doses.

    O objetivo da Prefeitura é cumprir a meta de imunização de 95% da população, como preconizados pelo Ministério da Saúde (MS), até o dia 2 de fevereiro.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.