• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 26 de janeiro de 2018, atualizada às 16h10

    Primeira morte por febre amarela é confirmada em Juiz de Fora

    Da redação

    A primeira morte por febre amarela em Juiz de Fora foi confirmada durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 26 de janeiro. A secretária de Saúde, Beth Jucá, informou que, segundo dados da Vigilância Epidemiológica, foram internados até esta sexta, 26, nos hospitais da cidade 28 pacientes suspeitos de terem contraído a doença, sendo oito casos de moradores do município e 20 vindos de cidades da região. Dos casos de Juiz de Fora, um já foi descartado, um óbito pela doença foi confirmado, outros quatro morreram e dois permanecem internados. Destes 8, dois teriam contraído a doença em outras localidades.

    Na quinta, 25, o Governo de Minas publicou uma ementa ao decreto que declara Situação de Emergência em Saúde Pública Regional também na área de abrangência das regionais de saúde de Barbacena e Juiz de Fora. Por este motivo, uma sala de situação para controle epidemiológico da febre amarela começou a funcionar nesta sexta-feira na Superintendência Regional de Saúde (SRS), na cidade. Farão parte da sala representantes da SRS e da Secretaria de Saúde municipal, com coordenação da superintendência. Outra definição anunciada foi o Hospital Regional Doutor João Penido como referência para o tratamento dos casos suspeitos de febre amarela na região.

    De acordo com o subsecretário de Vigilância e Proteção da SES/M, Rodrigo Said, 70% dos casos registrados em Minas Gerais até agora estão concentrados na região metropolitana de Belo Horizonte e, de acordo com a avaliação da SES, Juiz de Fora não enfrenta um surto da doença neste momento, situação que pode se alterar a qualquer momento. “Juiz de Fora têm casos de epizootias e morte de humano e entrou no decreto de situação de emergência por se tratar da cidade que possui o aparato assistencial para atender a região. Precisamos deste recurso para facilitar as ações necessárias.” Rodrigo explicou, ainda, que os dados sobre a doença continuarão sendo divulgados em boletim semanal às terças-feiras.

    Vacinação

    A secretária de Saúde lembrou que em Juiz de Fora 91,55% da população estão vacinadas contra a febre amarela, mas que o município continua trabalhando para atingir e até ultrapassar o índice preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 95%. “Temos vacina suficiente para completar a cobertura na cidade, vamos fazer busca ativa nas casas em algumas regiões indicadas e contamos com a conscientização dos juiz-foranos para procurar os postos”, completou.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.