Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018, atualizada às 17h25

Médico de Juiz de Fora morre com suspeita de febre amarela

Da redação

Um médico de Juiz de Fora que estava internado no Hospital Albert Sabin morreu neste domingo, 25 de fevereiro. A assessoria de comunicação da unidade informou que o caso era de suspeita de febre amarela e que a amostra foi colhida do paciente e encaminhada para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Belo Horizonte, para análise. Se for confirma, sobe para cinco o número de óbitos pela doença na cidade. Não há informação se o paciente era vacinado ou não.

A Secretaria Municipal de Saúde disse que foi notificada sobre a morte do paciente com suspeita de febre amarela, agora, aguarda a divulgação do resultado do exame pelo Estado, através do boletim semanal. A Secretaria de Saúde do Estado reforçou que caso haja confirmação da suspeita, ele será divulgado no próximo Boletim Epidemiológico, com publicação prevista para esta terça-feira, 27.

Minas Gerais

O número de mortes confirmadas por febre amarela subiu para 86 em Minas Gerais. Os dados foram divulgados no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde nesta terça-feira, 20 de fevereiro. Nenhuma das vítimas havia sido vacinada. Ao todo, o estado tem registro de 222 casos confirmados da doença. Destes 199 são homens e 23 mulheres.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.