• Assinantes
  • Saúde
    Quarta-feira, 21 de março de 2018, atualizada às 8h40

    Juiz de Fora tem 33 casos de febre amarela

    Da redação

    Juiz de Fora tem 33 casos de febre amarela, sendo 26 internações/com alta e sete óbitos, segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado, divulgado nessa terça-feira, 20 de março.

    Em primeiro lugar no ranking está o município de Mariana, com 27 internações e sete óbitos.

    De acordo com o informe, Minas Gerais tem 396 casos confirmados. Destes, 137 evoluíram para óbito e outros 650 casos continuam em investigação.

    Do total, 344 (86,8%) são do sexo masculino e 52 (13,2%) do sexo feminino. Dentre os óbitos, sete foram do sexo feminino, representando 5,1% do total de óbitos confirmados laboratorialmente. A mediana de idade dos casos é de 48 anos (0 – 88 anos). A letalidade por febre amarela em Minas Gerais no período de 2017/2018 é de aproximadamente 34,6%.

    No período de monitoramento (julho/2016 a junho/2017) foram registrados 475 casos confirmados de febre amarela, sendo que destes, 162 evoluíram para óbito. O último caso teve início dos sintomas no dia 9 de junho de 2017.

    Dentre os casos em investigação, há registro de 11 pacientes com histórico de vacinação prévia e exame positivo para febre amarela. Esses pacientes permanecem em investigação para levantamento de informações clínicas e epidemiológicas fundamentais para conclusão dos casos. Até o momento, temos que esses casos apresentam mediana de idade de 21 anos (7-47 anos), sendo 63,7% dos casos (n=7) do sexo masculino. Todos receberam uma dose da vacina de febre amarela com mediana de 5 anos de idade, variando entre 9 meses a 44 anos.

    Atualmente há uma comissão investigando os casos suspeitos de febre amarela com histórico de vacinação prévia, com a participação do Ministério da Saúde. Cabe ressaltar que a eficácia da vacina contra febre amarela é de 95% a 98%, sendo considerada altamente eficaz e segura na prevenção da transmissão do vírus. Como medida adicional, para a população mais exposta à circulação do vírus, recomenda-se também a utilização de repelente como medida de proteção individual.

    Atualmente, a cobertura vacinal acumulada de febre amarela em Minas Gerais está em torno de 90,50 %. Ainda há uma estimativa de 1.926.054 pessoas não vacinadas, especialmente na faixa-etária de 15 a 59 anos de idade, que também foi a mais acometida pela epidemia de febre amarela silvestre ocorrida em 2017. Entre os 853 municípios do Estado, 24,03% (205) deles não alcançaram 80% de cobertura vacinal; outros 34,47% (295) dos municípios têm entre 80% e 94,9% de seus moradores vacinados; com mais de 95%, estão 41,50% (354) das cidades mineiras com recomendação de vacina


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.