• Assinantes
  • Saúde
    Sexta-feira, 13 de julho de 2018, atualizada às 15h11

    Caminhada marca Semana Municipal do Transtorno do Déficit de Atenção

    Da redação

    Neste sábado, 14 de julho, haverá uma caminhada em comemoração a Semana Municipal de Conscientização ao Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) no Calçadão da Rua Halfeld. A concentração está marcada para às 8h em frente à Câmara Municipal. A população também poderá tirar dúvidas sobre o tema em uma tenda que estará montada no mesmo local. A iniciativa tem como objetivo discutir o transtorno em Juiz de Fora e veio através de uma lei sancionada em outubro de 2017 proposta pelo vereador Adriano Miranda (PHS).

    "Tenho inúmeros pacientes que nos procuram na clínica relatando as dificuldades enfrentadas pela família decorrentes do TDAH. É um transtorno que precisa ser mais discutido em nossa comunidade. Infelizmente, ainda há muito preconceito e, principalmente, desinformação sobre o assunto, o que provoca ainda mais dificuldades para quem convive com essas pessoas. O sofrimento dessas famílias é ainda maior nas áreas de educação e saúde", explica Adriano Miranda, que também é médico neurologista.

    O que é o TDAH

    É um transtorno neurobiológico, que atinge várias partes do cérebro que provoca, geralmente, falta de atenção, desinteresse, inquietude e impulsividade.

    A hereditariedade é uma das causas que podem fazer com que a criança desenvolva esse transtorno.

    Outras causas como o que é ingerido durante a gravidez, sofrimento fetal (algumas pesquisas apontam que mulheres que tiveram algum problema na gravidez terá um aumento de chance do bebê desenvolver o TDAH), problemas familiares, e até mesmo a exposição ao chumbo poderá causar no bebê a probabilidade maior de desenvolver esse transtorno.

    "Os portadores de TDAH têm, em geral, uma percepção de tempo diferenciada, baixo desempenho escolar, dificuldade no relacionamento social e em saber quais são os limites do bom senso, problemas de organização, são muito agitados, não conseguem muitas vezes terminar o que estão fazendo, enfim, existem diversos problemas", conclui Miranda.  

    Por não ser considerada uma doença e sim um transtorno, o TDAH não tem cura, apenas tratamento.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.