• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 19 de novembro de 2019, atualizada às 9h

    Prefeitura inicia reforma da Regional Leste e transfere serviços

    Da redação

    A Prefeitura de Juiz de Fora deu início, nesta segunda-feira, 18 de novembro, a reforma da Regional Leste. Durante coletiva de imprensa, o prefeito Antônio Almas explicou: "desde que foi criada, em 1996, a unidade só passou por alterações pontuais".

    Além disso, Almas observou que, ao longo dos anos, a região se viu diante de uma explosão populacional, levando a Leste a realizar 500 atendimentos dia, o que justifica a preocupação com a qualidade da assistência. O secretário de Saúde, Márcio Itaborahy, enfatizou o destaque que está sendo dado ao acolhimento e à humanização. A reforma será executada com recursos de emenda parlamentar da deputada Margarida Salomão, no valor de R$ 687.475,61. Oitenta por cento já estão em conta.

    Enquanto a reforma estiver em andamento, a pediatria funcionará no Pronto Atendimento Infantil (PAI), que terá sua capacidade ampliada. A gerente da Regional Leste, Luanda Piubello da Silva Nascimento, esclareceu que os casos de urgência que, por ventura, chegarem à unidade, serão estabilizados, antes de seguirem para o setor de referência. A realização de curativos vai para as unidades básicas de Saúde (UBSs) e a dispensação de medicamentos ficará na Farmácia Central ou também nas UBSs. O paciente que necessitar de internação ou observação prolongada será referenciado para as unidades de Pronto Atendimento (UPAs). O transporte será através das ambulâncias da PJF, e os casos urgentes pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

    A Columbia, empresa vencedora do processo de licitação, executará as obras no prazo entre 11 a 14 meses. Os trabalhos começam pela troca da cobertura, seguirão para o segundo pavimento e depois para o primeiro. O cronograma de obras foi elaborado de forma a impactar o atendimento o mínimo possível.

    As mudanças foram projetadas principalmente para melhorar a assistência prestada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), entre elas, humanização da pediatria, que terá espaço próprio de atendimento, e uma porta exclusiva de entrada, o que impedirá contato das crianças com adultos em estado grave. O necrotério será criado com capacidade para duas macas. Outra sala será utilizada para coleta de material biológico e haverá área de isolamento, dentro das normas técnicas. As melhorias incluem também aperfeiçoamento na ventilação, acessibilidade e iluminação, além de pintura do imóvel e troca de piso.

    A reestruturação aumentará em 50% a capacidade de atendimento da “Sala Vermelha” ou de emergência, que disporá de três leitos e equipamentos para suporte avançado de vida. A soroterapia ampliará sua capacidade para oito poltronas. Outra sala será preparada para atender pacientes com necessidade de isolamento, com banheiro e ar-condicionado reverso.

    Os adultos serão beneficiados por dependências exclusivas para medicação externa, classificação de risco e sala de espera para consultas. Todo piso do primeiro pavimento será trocado, e dez banheiros estarão dentro das normas de acessibilidade.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.