• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Sexta-feira, 13 de março de 2020, atualizada às 18h24

    Juiz de Fora tem paciente com positivo inicial para coronavírus

    Da redação

    Juiz de Fora tem um paciente 'positivo inicial' para coronavírus. Ele passou por atendimento no Hospital Monte Sinai e é considerado ainda um caso suspeito pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), já que o diagnóstico foi feito através de exame de laboratório privado, não credenciado pelo Ministério da Saúde. Por isso, o boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira, 13 de março, não apresenta caso confirmado.

    Segundo assessoria de comunicação, ele passou pelo Pronto Atendimento do Hospital, há vários dias, desde quando está em isolamento domiciliar. "Único paciente sobre o qual o Monte Sinai tem informação de ser uma caso suspeito considerado 'positivo inicial', só com resultado de laboratório privado, não credenciado pelo MS. Está sendo monitorado diariamente pela Vigilância e não apresenta quadro diferente do inicial, sem evolução, tendo apenas sintomas leves. O dado oficial aguarda contraprova da Funed, portanto, não é caso positivo reconhecido pelo Estado que é a autoridade de saúde que pode fazer confirmação do resultado."

    Precauções

    O Hospital Monte Sinai está orientando os pacientes a, preferencialmente, ligarem antes de virem ao hospital, se possível já de máscara cirúrgica, para triagem em fluxo especial: "todas as portarias têm orientação similar para todos que se enquadram nos critérios atualmente definidos como suspeitas possíveis. Momento em que recebem máscara e seguem o mesmo fluxo, sendo encaminhadas a setor específico, fora do Pronto Atendimento e Emergência, para avaliação e coleta de material, se necessário. Além disso, as equipes vão se adaptando às recomendações e normativas das autoridades de saúde quanto a divulgação das precauções, uso de EPIs, coleta de material, além das atitudes que julgam necessárias para ajudar na contenção da doença."

    Boletim

    Subiu para 11 o número de casos suspeitos de infecção humana pelo COVID-19 na cidade, segundo divulgado no boletim da Secretaria Estadual de Saúde, nesta sexta-feira. Nesta edição, apareceu pela primeira vez Conselheiro Lafaiete com dois pacientes sob investigação e um descartado e Coronel Pacheco com um caso suspeito. Em São João Del Rei, subiu para sete o número de pessoas possivelmente com o coronavírus. Em Governador Valadares são dois casos suspeitos.

    Até o momento, foram notificados 378 casos de infecção humana pelo COVID-19. Destes casos, 69 foram descartados, 307 estão em investigação como suspeitos e dois casos foram confirmados.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.