Quinta-feira, 26 de março de 2020, atualizada às 11h23

Minas Gerais tem mais 20 casos confirmados de coronavírus

Da redação

Minas Gerais tem mais 20 casos confirmados de coronavírus, segundo o Informe Epidemiológico divulgado na manhã desta quinta-feira, 26 de março, pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Até o momento são 17.409 casos suspeitos para COVID-19 e 153 casos confirmados e não há óbitos.

Dos casos confirmados em Minas, 63 pessoas são do sexo feminino (41,2%) e 90 do sexo masculino (58,8%).

A faixa etária com maior porcentagem, 83,7%, são de 20 a 59 anos. Em segundo lugar, são pessoas de 60 a 79 anos, o que representa 15,7 %. Apenas um caso é de um bebê, com menos de um ano, representando 0,7%.

Juiz de Fora permanece com 8 casos confirmados, seis descartados, além de 152 notificações e 138 casos suspeitos. São João del-Rei tem o primeiro caso confirmado nesta quinta-feira. Com isso, a cidade passa a ser a primeira do Campo das Vertentes com casos de Covid-19.

Municípios que tiveram casos confirmados:

Município de residência n
Belo Horizonte 96
Betim 3
Boa Esperança 1
Bom Despacho 1
Campos Altos 1
Contagem 2
Coronel Fabriciano 1
Divinópolis 2
Governador Valadares 1
Ipatinga 1
Juiz de Fora 8
Lagoa da Prata 2
Mariana 2
Nova Lima 11
Patrocínio 1
Poços de Caldas 1
São João Del Rei 1
Sete Lagoas 2
Timóteo 1
Uberaba 3
Uberlândia 7
Em investigação 5

Mais leitos em Minas Gerais

O Governo de Minas iniciou a construção de um hospital de campanha no Expominas, em Belo Horizonte. Serão oferecidos 800 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados ao enfrentamento do coronavírus. A informação foi divulgada pelo governador Romeu Zema em coletiva de imprensa transmitida ao vivo na terça-feira, 24.

“Como o Expomimas está com a sua atividade interrompida, vamos aproveitar um galpão de 18 mil metros quadrados, climatizado e um pé-direito adequado para darmos início, a partir de amanhã, à construção de um hospital de campanha. Além disso, ainda temos a previsão de ofertarmos mais 100 leitos de alta complexidade em uma área anexa”, explicou.

Pela manhã, além do Expominas, o governador vistoriou o Hospital Mário Penna nesta terça-feira. A unidade hospitalar conta, atualmente, com uma área desativada e que pode ser utilizada com a mesma finalidade. “A forma mais fácil de adicionarmos novos leitos ao Sistema de Saúde é utilizarmos estruturas já preparadas, mas que se encontram ociosas”, disse.

O governador ressaltou que outros leitos serão ampliados em hospitais no interior. A Polícia Militar começou a contatar prefeituras para ter um panorama de onde podem ser erguidos hospitais de campanha ou ampliados leitos em unidades já existentes. Uberlândia, Juiz de Fora, Barbacena e Divinópolis são municípios que apresentam potencial. Hoje, o SUS opera com cerca de 2 mil leitos em Minas. Metade desses estarão vagos com o cancelamento das cirurgias eletivas.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.