• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Terça-feira, 31 de março de 2020, atualizada às 9h20

    Primeira fase do hospital de campanha, no Expominas, será entregue sexta-feira

    Da redação

    A primeira fase do hospital de campanha montado no Expominas, em Belo Horizonte, será entregue nesta sexta, 3 de abril. A ação é uma das iniciativas do Governo de Minas para se antecipar às necessidades que possam surgir com a pandemia do coronavírus, Covid-19. As obras são executadas por empresa privada com o apoio de militares da PMMG e do Corpo de Bombeiros. Segundo o Estado, cerca de 100 profissionais trabalham diariamente, em turnos de 24 horas. A gestão é da Diretoria de Apoio Logístico da PM. Concluído, o hospital terá a disponibilidade de 800 leitos, sendo 100 para atendimento a casos de alta complexidade.

    Instalação utilizada em guerras, o hospital de campanha tem como característica a capacidade de manobra para atender a uma sobrecarga de pacientes. "Médicos e enfermeiros ficam próximos à linha de combate para fazer frente a necessidades pontuais que chegam ali. É um modelo estabelecido em processos de guerra, um conceito aplicado em combates. No nosso caso, combate ao coronavírus", compara Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar de Minas Gerais

    Prevenção

    Santiago ressalta que os profissionais que participam da instalação do hospital de campanha passam por rigoroso processo de prevenção ao Covid-19. "Há uma série de critérios técnicos adotados tanto pela empresa contratada, que tem expertise na montagem e manutenção de estruturas no próprio Expominas e em áreas de saúde, quanto das corporações envolvidas no apoio à montagem. No local, todos usam Equipamento de Proteção Individual (EPI) e têm acesso a higienização constante, inclusive com álcool gel. Os procedimentos operacionais são padronizados com foco na limpeza e na estrutura oferecida aos trabalhadores, incluindo alimentação". 

    A previsão é de que o hospital seja erguido em três fases. A primeira, com entrega na sexta-feira envolve a montagem da estrutura dos 800 leitos de enfermaria nos pavilhões do Expominas (conceito de portas abertas e cuidados paliativos); a segunda será a montagem de 100 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), na arena do espaço; por fim, a terceira fase prevê a expansão de leitos enfermaria e UTI, montados no foyer, no segundo pavimento e no auditório. O estacionamento também poderá ser utilizado para aporte de tendas. E ainda um necrotério será montado no Parque de Exposições.

    Recursos humanos

    Além da equipe da empresa de montagem, 900 militares em curso de formação estão à disposição da força-tarefa do hospital de campanha. Com a unidade pronta, os profissionais envolvidos no atendimento e demais áreas operacionais da unidade serão recrutados por meio de chamamento de voluntários, aporte de profissionais de órgãos públicos, contratação direta e até reconvocação de militares estaduais.

    Em andamento, o processo de viabilidade de equipamentos (materiais permanentes e insumos) prevê busca nos bens do Estado, doações e ou empréstimos de unidades hospitalares e da rede hoteleira, além de outros setores públicos e privados. Também está prevista a aquisição de materiais.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.