• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 14 de maio de 2020, atualizada às 11h20

    UFJF oferece testes gratuitos de COVID-19 para profissionais de saúde pública

    Da redação

    Profissionais de saúde que atendem ao Sistema Único de Saúde (SUS) em Juiz de Fora e apresentam sintomas de Covid-19 podem fazer gratuitamente o teste genético RT-PCR, detector do coronavírus, realizado em laboratórios da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Após constatar ao menos dois sintomas da doença e submeter-se a um exame clínico para efetuar a notificação à Vigilância Epidemiológica, o profissional tem três opções para realizar o agendamento da coleta para o exame.

    O primeiro passo é procurar uma assistência médica de outro profissional da saúde assim que constatar, ao menos, dois sintomas do coronavírus – como febre, tosse, falta de ar, nariz obstruído, desânimo, perda de paladar e de olfato. Com a consulta, o examinador será capaz de determinar se o profissional apresenta um quadro leve, passível de observação domiciliar, ou um quadro grave, quando é necessária a internação.

    Após o exame clínico, o profissional responsável pelo mesmo efetua a notificação da Vigilância Epidemiológica por meio de um formulário. O preenchimento deste último, bem como a notificação, são necessários para que seja agendada a coleta para o exame RT-PCR.

    Com isso em mãos, o período para realizar a coleta é entre o terceiro e o décimo dia de sintomas. São três as vias possíveis para realizar o agendamento:

    - Diretamente na Unidade Básica de Saúde (UBS) na qual o profissional foi examinado;
    - Por meio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU); neste caso, a coleta deve ser agendado pela supervisora da UBS próxima à área de residência do paciente ou pela própria instituição que o emprega, caso a mesma possua leito COVID pactuado com o município;
    - Diretamente pelo próprio local de serviço do paciente, caso este possua leito COVID pactuado com o município.

    Resultados
    Todos os resultados estarão disponíveis entre 12 e 72 horas e serão enviados para o e-mail institucional do serviço de origem do profissional de saúde, bem como para o serviço de Vigilância Epidemiológica do município.

    Cuidado com autodiagnóstico
    A professora da Faculdade de Medicina da UFJF, Sandra Tibiriçá, reforça que, por mais que o profissional seja capaz de diagnosticar terceiros, é desejável buscar o atendimento clínico feito por outro profissional. “A COVID nem sempre dá sinais clínicos de problema respiratório grave, mesmo quando a pessoa apresenta uma oxigenação mais baixa. Então, ao se autoavaliar, é perigoso que os profissionais de saúde deixem passar um tempo maior, procurando ajuda apenas em uma situação clínica pior, quando já há necessidade de internação, ou façam um autodiagnóstico hipervalorizado, tendo em vista o stress e a ansiedade que a situação desencadeia em profissionais que estão na linha de frente.”

    Atenção em momentos de muita e pouca tensão
    “Os profissionais da saúde trabalham expostos a uma grande carga viral e estão entre os primeiros a ser infectados. O que temos observado é a necessidade da atenção mesmo em momentos menos tensos, como intervalos em refeitórios, quando ainda há uma proximidade com colegas enfermeiros, médicos e assistentes de enfermagem”, alerta Sandra Tibiriçá.

    Sobre o teste
    O teste RT-PCR detecta a presença do material genético do coronavírus, tanto ativo quanto fragmentado. Ele é feito a partir da coleta feita um swab (cotonete estéril) na nasofaringe e na orofaringe do paciente. “O material coletado é adequadamente transportado aos laboratórios da UFJF que, por sua vez, estão devidamente acondicionados pelo serviço coletador, conforme treinamento prévio”, explica Sandra Tibiriçá.

    Desde 17 de abril, a UFJF, em parceria com a Prefeitura de Juiz de Fora, recebe amostras para realizar testes para o diagnóstico de Covid-19. São dois laboratórios, localizados no campus qualificados para efetuar os exames, um no Instituto de Ciências Biológicas e outro na Faculdade de Farmácia. Somada, a capacidade de ambos é de cem testes diários, com o resultado disponível em até 48 horas após o recebimento das amostras dos pacientes. Os laboratórios passaram por uma inspeção da Vigilância Sanitária e foram devidamente credenciados, recebendo alvará para o funcionamento e efetivação dos testes.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.