• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Quinta-feira, 27 de agosto de 2020, atualizada às 11h47

    Covid-19: HU investe mais de R$ 8 milhões e registra taxa de mortalidade menor do que a média nacional

    Da redação

    O Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF/EBSERH) investiu mais de R$ 8,2 milhões durante os seis meses de trabalho no combate à pandemia da Covid-19. Esse valor foi utilizado em obras de readequação, equipamentos, EPIs e insumos e serviços.

    Segundo nota enviada pela instituição, "o hospital foi credenciado para ser referência em atendimento no início de março e inaugurou a Enfermaria Covid, com equipe exclusiva e multiprofissional, contando, inclusive, com a inserção de médicos residentes, em regime de plantões. No local, o hospital trabalha com sistema de “coorte”, ou seja, havendo dois ou mais pacientes com resultado de PCR positivos, os mesmos podem ser internados no mesmo ambiente. Na UTI, são sete quartos, podendo admitir de sete a oito pacientes e, na enfermaria, três a sete pacientes podem ser tratados".

    Foram criadas mais de 80 turmas de capacitação dos profissionais. Além disso, neste mesmo período, houve a inauguração do Laboratório de Habilidade Realística, sendo um legado para o pós-pandemia. "Quando os primeiros casos surgiram no Brasil, as cirurgias eletivas foram suspensas no HU e os serviços ambulatoriais reduzidos. Houve a criação de fluxos de atendimento e casos urgentes continuaram sendo acompanhados, como na hemodiálise, em ambulatórios que necessitaram de acompanhamento, consultas especializadas e cirurgias de emergência. A UTI não Covid, por exemplo, ficou com taxa de ocupação máxima na maior parte desse período".

    Também em março, a direção do hospital criou o Centro de Operações de Emergências (COE). O referido comitê de crise é formado por 12 grupos de trabalho. O objetivo foi organizar as ações para facilitar o trabalho de preparação do hospital nesta situação nova e desafiadora de pandemia, garantindo o atendimento e a segurança de pacientes e profissionais. Semanalmente os integrantes realizam reuniões on-line e presenciais com o superintendente para explicar as ações desenvolvidas e acompanhar indicadores diários: atendimentos, situação de EPIs e insumos, medicamentos, entre outros. Além de profissionais do HU, representantes sindicais também fazem parte do COE, participando das discussões e levando as reivindicações dos trabalhadores à direção do hospital.

    Taxa de mortalidade menor que a média nacional

    Todo esse empenho resultou em uma taxa de mortalidade na UTI Covid menor que a média nacional nos hospitais públicos brasileiros: 35%, enquanto a média nacional está em 50% e o valor de referência na literatura médica é 40%. No total, 143 pacientes estiveram internados na Enfermaria Covid do HU-UFJF até o momento.

    Atendimento aos colaboradores

    Para os servidores do hospital foi criado atendimento psicológico on-line e presencial, além de atendimento médico a pessoas sintomáticas, com testagem nos casos recomendados. Até o momento, foram mais de 300 atendimentos. O teste rápido também foi usado em um inquérito sorológico realizado com mais de 1.300 colaboradores.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.