Covid-19: taxa geral de UTI chega a quase 90% em Juiz de Fora

da Redação - 21/12/2020


Juiz de Fora tem 424 pessoas internadas em hospitais públicos e particulares da cidade em decorrência da Covid-19, segundo o Painel Gerencial da Prefeitura desta segunda-feira, 21 de dezembro. O número é o segundo maior desde o início da pandemia. Deste total, 147 pacientes ocupam leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 277 estão em enfermarias.

Segundo o sistema, a taxa de UTI da rede pública está em 85,78% e o índice da rede particular, em 91,81%. Já o número que inclui unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) e privadas, 87,94%.

Mortes e casos confirmados

A Prefeitura também informou mais nove mortes por Covid-19. Com isso, agora o município tem 448 óbitos pela doença. O informativo também conta com mais 151 casos confirmados. A cidade tem, ao todo, 12.521 notificações positivas.

Idoso, de 79 anos: morreu no dia 18 de dezembro e tinha doença cardiovascular crônica e diabetes; 

Idoso, de 83 anos: morreu no domingo e tinha doença cardiovascular crônica e outra pneumopatia;

Idoso, de 74 anos: morreu no dia 18 de dezembro e tinha hipertensão;

Idosa, de 67 anos: morreu no dia 19 de dezembro e tinha doença cardiovascular e neurológica crônica e obesidade;

Idoso, de 95 anos: morreu no dia 8 de dezembro e tinha doença neurológica crônica;

Idosa, de 70 anos: morreu no dia 18 de dezembro e tinha doença cardiovascular crônica;

Idosa, de 65 anos: morreu no dia 18 de dezembro e tinha hipertensão;

Idoso, de 76 anos: morreu neste domingo e tinha doença cardiovascular crônica e diabetes;

Mulher, de 55 anos: morreu no dia 15 de dezembro e tinha doença cardiovascular crônica, diabetes e obesidade.


UTI

Enfermaria



No último domingo, 20, os leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) em Juiz de Fora atingiram 95,06% de ocupação. Conforme os dados divulgados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), dos 94 leitos de UTI disponíveis pela rede pública para atendimento a pacientes com Covid-19, 89 estavam ocupados. Dos outros 88 leitos voltados para os demais atendimentos, 84 contavam com pacientes internados. O levantamento exclui os hospitais oncológicos (Ascomcer e Instituto Oncológico).

Diante desta quadro, já há relatos de pacientes de Juiz de Fora que são transferidos para internação em cidades da região. De acordo com o Promotor de Saúde, Rodrigo Barros, pacientes foram direcionados neste final de semana para cidades como Santos Dumont, Ubá, Leopoldina e Cataguases. “De fato, existe um exaurimento total de leitos de UTI da cidade. A cidade, hoje, está contando muito com a rede macrorregional e, se for necessário, vai contar também com a rede estadual do SUS, que é integrada e única.”

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que, "a subsecretaria de Regulação acompanha a situação local e pode, mediante demanda, redirecionar pacientes para outros municípios. O SUS é um sistema único e universal de assistência à saúde que atua em rede, portanto, se necessário, pacientes de Juiz de Fora podem ser transferidos para hospitais da microrregião. Assim como, o Município pode receber pacientes de outras cidades. O Plano de Contingência de Enfrentamento à Covid-19 do Estado de Minas Gerais já prevê esse suporte entre as cidades".

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.