Covid-19: Juiz de Fora registra mortes de recém-nascido e natimorto

da Redação - 06/03/2021

Juiz de Fora registrou o óbito de um recém-nascido de um dia e de um natimorto por Covid-19, de acordo com a Secretaria de Saúde do município. Até a manhã deste sábado, 6 de março, a cidade tem 842 vítimas fatais e 20.673 notificações positivas desde o início da pandemia, em março de 2020. Além disso, a taxa de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS) passou de 90%. O município tem 377 pacientes internados (229 em enfermaria e 148 em leitos de UTI) por Covid-19.

Conforme as informações da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SSVS) e do Hospital Maternidade Terezinha de Jesus (HMTJ), uma das mães, de 20 anos, deu entrada no hospital, no dia 26 de fevereiro, com 26 semanas de gestação e perda de líquido há dois dias.

No dia 27 de fevereiro, a jovem teve parto normal. O recém-nascido foi encaminhado para UTI, mas apresentou quadro de insuficiência respiratória e veio a óbito.

A mãe do recém-nascido não apresentava comorbidade e estava assintomática, mas exames realizados posteriormente constataram que ela e o bebê estavam com a Covid-19.

O segundo caso ocorreu no mesmo hospital e no mesmo dia. A mulher, de 29 anos, estava com 39 semanas de gestação e deu entrada com quadro de perda de líquido. No mesmo dia foi realizada uma cesariana de emergência, mas era um natimorto. Ela já havia testado positivo para a doença no dia 22 de fevereiro, mas estava assintomática. A coleta "post-mortem" revelou que o natimorto também tinha contraído a doença. As duas mães receberam alta em 1° de março.

Em nota, o hospital destacou: "O HMTJ é um hospital de referência, com atendimento de emergência para Obstetrícia, e já tem protocolos de segurança e isolamento bem testados desde o início da pandemia, mas estes foram os primeiros registros deste tipo. Todas as precauções foram tomadas conforme o padrão já determinado pela instituição e recomendação das autoridades de saúde, assim como os processos de notificação e condução para testagem. A paciente internada com suspeita, também foi testada e o resultado positivo foi confirmado no dia da alta. Ambas foram orientadas para o pós-alta em bom estado de saúde. Os dois casos não têm relação. Foi uma coincidência de datas, tanto as internações, quanto óbitos e altas das pacientes".

Óbito 834: feminino, 01 dia. Óbito em 28/02. Comorbidade: prematuridade extrema

Óbito 835: feminino, natimorto. Óbito em 28/02. Sem comorbidades relatadas

Óbito 836: masculino, 87 anos. Óbito em 06/02. Comorbidade: DNC

Óbito 837: masculino, 57 anos. Óbito em 05/03. Comorbidades: HAS, DNC

Óbito 838: feminino, 65 anos. Óbito em 02/03. Comorbidade: obesidade

Óbito 839: masculino, 72 anos. Óbito em 05/03. Comorbidades: HAS, outra pneumopatia crônica

Óbito 840: masculino, 64 anos. Óbito em 04/03. Comorbidades: DCC, DM

Óbito 841: feminino, 72 anos. Óbito em 04/03. Comorbidades: DCC, HAS, DNC

Óbito 842: masculino, 77 anos. Óbito em 03/03. Comorbidades: DCC, HAS


Serviço

Hospitalização Covid: 377
Ocupação UTI SUS: 90,95%
Ocupação UTI Privado: 67,48%
Ocupação UTI Geral: 82,28%
Leitos ocupados Uti (Covid): 148
Leitos ocupados enfermaria (Covid): 229

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.