Fiscalização vistoria 618 ônibus e mais de 400 estabelecimentos em JF

da Redação - 10/03/2021

As equipes da operação “Fiscalização pela Vida” estão atuando em força tarefa desde segunda-feira, 8 de março, quando Juiz de Fora entrou na Faixa Roxa do Programa Municipal de Enfrentamento à Covid-19. A medida foi decretada pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) devido ao agravamento da situação epidemiológica na cidade.   

A operação Fiscalização pela Vida é uma atuação conjunta dos fiscais de posturas da Secretaria de Sustentabilidade em Meio Ambiente e Atividades Urbanas (Sesmaur); dos guardas municipais da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc); dos agentes de transporte e trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU), da Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). A ação, que tem coordenação da secretária de Governo, Cidinha Louzada, está sendo feita simultaneamente em todas as regiões da cidade.

Estabelecimentos fiscalizados nos dois primeiros dias de lockdown

Nos dois primeiros dias de lockdown em Juiz de Fora, as equipes da "Fiscalização pela Vida" vistoriaram mais de 400 estabelecimentos. Os locais foram orientados quanto à necessidade do encerramento da atividade presencial. Destes, sete insistiram em manter a porta aberta e foram interditados. Na noite desta terça-feira, 9, foram emitidos dois termos de intimação, seis autos de infração e cinco interdições em bares, restaurantes ou lanchonetes.

A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor de Juiz de Fora (Procon) vistoriou supermercados e agências bancárias, para os quais 26 autos de infração foram emitidos. O órgão também fiscalizou 13 concessionárias de veículos e, para as quatro que se encontravam em funcionamento, houve decisão cautelar de suspensão de atividades.

Fiscalização no transporte coletivo

De segunda-feira, 8, até a manhã desta quarta-feira, 10, a equipe de agentes de transporte e trânsito da SMU vistoriou 618 ônibus em Juiz de Fora. O objetivo é fiscalizar a lotação dos ônibus e o cumprimento dos quadros de horários. Foram aplicadas 91 autuações para as empresas de transporte coletivo, que são responsabilizadas pelas situações de irregularidades.

Informações e denúncias:

Whatsapp: (32)3690-7984 - Atendimento 24 horas por dia por meio de envio de mensagens.

Procon - Whatsapp 98463-2687- 3690-7610/3690-7611.

Vigilância Sanitária - 3690-7472- (das 8h às 12h e das 13h às 17h).

Guarda Municipal - Telefone 153.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.