Vacinação contra Covid-19 será realizada somente no Pam Marechal na sexta e segunda

No local, serão disponibilizadas primeiras doses para todas as pessoas a partir de 12 anos

da Redação - 28/10/2021

Nesta sexta-feira, 29 de outubro, e na segunda-feira, 1º, a vacinação contra a Covid-19 será realizada exclusivamente no Pam Marechal, das 8h às 13h. No local, serão disponibilizadas primeiras doses para todas as pessoas a partir de 12 anos que, por qualquer motivo, não tenham buscado pela vacina anteriormente; segundas doses e também a vacina de reforço. O PAM Marechal fica na Rua Marechal Deodoro, 496, no Centro.  

A campanha de Imunização Contra a Covid-19, realizada pela Secretaria de Saúde da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), já superou a marca de 800 mil doses aplicadas de vacinas contra a Covid-19, com mais de 433 mil pessoas tendo recebido ao menos uma dose, superando 90% da população elegível, e cerca de 340 mil pessoas que receberam duas doses ou a vacina de dose única, mantendo Juiz de Fora acima da média estadual e nacional.

Os detalhes de cada um dos públicos que podem ser vacinados no local nestes dois dias podem ser vistos de forma detalhada abaixo, bem como a documentação que deve ser apresentada no momento da vacinação. Por conta do feriado de Finados, não haverá vacinação na próxima terça-feira, dia 2. Já na quarta, 3, a vacinação contra o coronavírus voltará a acontecer nas dez UBSs referência, em outras 36 UBS, no PAM Marechal e no Departamento de Saúde do Idoso.

Confira os públicos a serem vacinados nestes dois dias

Sexta-feira (29/10)

Primeiras doses de todas as pessoas com 12 anos ou mais

Vacinação de reforço para idosos com 60 anos ou mais que receberam a segunda dose em 15 de maio ou antes

Vacinação de reforço para trabalhadores da saúde de 33 anos ou mais que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses

Vacinação de reforço para imunossuprimidos que receberam a segunda dose há pelo menos 28 dias

Segundas doses utilizando o imunizante Pfizer para quem originalmente receberia a a D2 de AstraZeneca no dia 14 de outubro ou data anterior

Segundas doses de Coronavac para pessoas com retorno no cartão no dia 29 de outubro ou data anterior

Segundas doses de Pfizer para todos que receberam a primeira dose até o dia 3 de setembro

Segunda-feira (01/11)

Primeiras doses de todas as pessoas com 12 anos ou mais

Vacinação de reforço para idosos com 60 anos ou mais que receberam a segunda dose em 15 de maio ou antes

Vacinação de reforço para trabalhadores da saúde de 31 anos ou mais que receberam a segunda dose há pelo menos seis meses

Vacinação de reforço para imunossuprimidos que receberam a segunda dose há pelo menos 28 dias

Segundas doses utilizando o imunizante Pfizer para quem originalmente receberia a a D2 de AstraZeneca no dia 14 de outubro ou data anterior

Segundas doses de Coronavac para pessoas com retorno no cartão no dia 1º de novembro ou data anterior

Segundas doses de Pfizer para todos que receberam a primeira dose até o dia 6 de setembro

Documentação necessária

A Secretaria de Saúde pede para as pessoas que vão receber a dose de reforço levarem os documentos, que são obrigatórios, para receberem a vacina. Seguindo normas técnicas do Estado e do Ministério da Saúde, a SS está vacinando com a terceira dose todos os trabalhadores e trabalhadoras da saúde de Juiz de Fora com o imunizante Pfizer. Os exigidos documentos estão no site da PJF e devem ser entregues no ato da vacinação. O trabalhador de saúde com vínculo ativo nos serviços de saúde deve entregar o Termo de Responsabilidade da Instituição e do Profissional, além da cópia dos documentos pessoais. Já o trabalhador autônomo, deverá apresentar o Termo de Responsabilidade Autônomo e Profissional, além dos documentos pessoais; e o cuidador de idoso, deve levar no ato da vacinação o Termo de Responsabilidade Familiar e Profissional, juntamente com a cópia dos documentos.

Ressaltamos que o profissional deverá imprimir o termo, preencher, solicitar assinatura e carimbo da instituição a qual está vinculado e/ou família contratante, no caso dos cuidadores de idosos. E apresentar a documentação já preenchida junto com a cópia dos documentos pessoais como identidade e comprovante de residência nos pontos de vacinação.

As pessoas que vão receber a primeira dose apresentarem originais e cópias de documento de identificação com foto - como documento de identidade (RG) ou carteira de motorista, e o CPF, caso o número do mesmo não conste na identidade, além do comprovante de residência, que ficará retido no local de vacinação. Os adolescentes que não tiverem estes documentos podem apresentar a certidão de nascimento, além do comprovante de residência. Caso o comprovante de residência não esteja no nome de quem vai ser vacinado, é necessário apresentar cópia do comprovante, do documento de identidade da pessoa que tem o nome no comprovante de residência e, ainda, a declaração de residência. Também reforçamos a necessidade de levar o formulário impresso, cujo modelo está disponível no site da PJF.

As demais pessoas que vão receber a D2 ou os idosos que vão receber a dose de reforço precisam apresentar apenas o cartão de vacina e um documento de identificação com foto, enquanto os imunossuprimidos, além destes documentos, para poder receber a dose de reforço devem apresentar um laudo ou atestado médico datado de, no máximo, 12 meses, comprovando a condição. Este público pode buscar pela dose de reforço a partir de 28 dias do recebimento da 2ª dose.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.