Juiz de Fora - MG

Casos e óbitos por Covid-19 em junho já ultrapassam números de maio

De acordo com os dados, foram registrados 1969 casos

da Redação - 24/06/2022

Os números de casos de Covid-19 e de óbitos causados pela doença no mês de junho em Juiz de Fora passaram do dobro contabilizado em maio. A informação consta na 56ª edição do Boletim Informativo da Plataforma JF Salvando Todos, divulgada nesta quarta-feira, 22. De acordo com os dados, foram registrados 1969 casos e 11 vidas perdidas até o final da 24ª semana epidemiológica, contabilizada entre 12 e 18 de junho. Em contrapartida, maio terminou com um total de 764 casos e cinco óbitos. O informe é produzido por pesquisadores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).  

Segundo o professor do Instituto de Ciências Exatas e coordenador geral da JF Salvando Todos, Marcel Vieira, apesar dos números altos, parece haver o início de uma redução dos índices. Isso deve ser visto com cautela, por conta de possíveis atrasos no registro de casos causados pelos feriados municipal (Dia de Santo Antônio, padroeiro municipal, em 13 de junho) e nacional (Dia de Corpus Christi, em 16 de junho). 

“Nós percebemos que possíveis atrasos no registro de casos levaram a uma redução dos números em relação às semanas anteriores. Porém, precisamos ter muito cuidado, pois sabemos que em feriados, sobretudo prolongados, podem acontecer atrasos com as notificações. Por isso precisamos acompanhar a semana atual até o seu fechamento, para avaliarmos se, de fato, parece haver o início de uma redução do número de casos ou se continuamos com o aumento observado nas semanas anteriores.”

Dados da Prefeitura de Juiz de Fora demonstrados no boletim apontam que, em 5 de junho, primeiro dia da 23ª semana epidemiológica (de 5 a 11 de junho), Juiz de Fora acumulava o registro de 67.386 casos confirmados e 2.261 vidas perdidas por complicações da Covid-19 desde o início da pandemia. Ao final da 24ª semana, em 18 de junho, o total era de 68.769 casos confirmados e 2.268 óbitos. Dessa forma, o número de casos no período teve aumento de 2,5%, enquanto o número de mortes subiu 0,31%. Os números representam um aumento na comparação com os 14 dias anteriores – quando os índices ficaram em 1,17% e 0,18%, respectivamente. 

Letalidade segue em queda

A tendência de queda na taxa de letalidade da Covid-19 em Juiz de Fora se repetiu nas semanas epidemiológicas 23 e 24. O índice é calculado por meio da divisão entre o número de vidas perdidas desde o começo da pandemia pelo número de casos registrados no mesmo período. Em 18 de junho, a taxa de letalidade em Juiz de Fora era de 3,30% (a porcentagem era de 3,36% em 4 de junho e 3,32% em 11 de junho). 

Por conta do possível atraso no registro de casos durante os feriados da semana de 12 a 18 de junho, não foram divulgados o Número de Reprodução Efetivo (Rt) e a evolução das médias móveis. 

Vacinação em Juiz de Fora

Até o último sábado, 18, foram aplicadas 1.271.271 doses de vacinas contra a Covid-19 em Juiz de Fora. Foram 504.243 primeiras doses, 466.910 segundas doses e 285.260 terceiras doses. Sendo levada em conta a projeção populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para o município (577.532 habitantes), pode-se considerar que 87,31% da população local receberam a primeira dose; 80,85% receberam duas doses; 49,39% receberam três doses e 11,10% tomaram quatro doses do imunizante. A cobertura vacinal em Juiz de Fora é superior à nacional. 

Na avaliação do professor Marcel Vieira, como a tendência nas semanas anteriores foi de elevação do número de casos e o cenário atual é incerto, as medidas de controle da disseminação do vírus devem continuar a ser seguidas pela comunidade. “As pessoas devem seguir com o uso das máscaras, sobretudo em locais fechados, terem o cuidado de se testarem quando tiverem sintomas gripais, fazerem isolamento quando testarem positivo. E, no caso da comunidade universitária, fazer o registro de novos casos na plataforma Busco Saúde”, finaliza.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.