Tricotilomania: entenda a compulsão por arrancar os cabelos

Nome do Colunista Helio Fádel 11/12/2018

Você já ouviu falar em Tricotilomania ou Transtorno de Arrancar o Cabelo?

A Tricotilomania (Transtorno de Arrancar Cabelo) é o impulso de arrancar o próprio cabelo ou pelos do corpo.

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), trata-se de um tipo de Transtorno Obsessivo-Compulsivo, mais prevalente entre as mulheres.

A pessoa que sofre com Tricotilomania tem consciência que seu comportamento é impróprio ou inadequado. Mas ainda assim é incapaz de interrompê-lo - mesmo que isso lhe gere angústia ou sofrimento.

Ela vivencia aumento da tensão antes de puxar o cabelo (pensamento obsessivo) e alívio ou gratificação após o ato (compulsivo) de puxar.

O tratamento envolve terapias (p. ex., automonitoramento, dessensibilização e reversão do hábito) com foco cognitivo-comportamental.

A interrupção do hábito negativo e a substituição por outros que sejam positivos deve ser uma das prioridades na reabilitação.

Fármacos, como os antidepressivos, também podem ser utilizados. No entanto, sempre sob indicação médica e acompanhamento psiquiátrico.

O tratamento multidisciplinar envolvendo psicólogos, psiquiatras e também dermatologistas deve ser considerado para um melhor prognóstico daqueles que sofrem com a Tricotilomania.

Se você conhece alguém próximo que apresenta tais comportamentos indicativos da Tricotilomania, oriente essa pessoa a procurar ajuda de um especialista!

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.