Armando Falconi Filho Armando Falconi Filho 01/09/2008

Dieta: evite esta armadilha

Foto de Falconi mostrando que sua calça está larga Queremos neste artigo para o mês de setembro, tratar de "armadilhas". Você deve estar se perguntando: Armadilhas, que armadilhas? Vamos apresentá-las.

Quando o assunto é dieta

Se você prestar atenção, poderá observar que em determinados assuntos existem muitas pessoas opinando e poucas colocando em prática o bom senso. Uma delas, com certeza, se refere a alimentação para emagrecer.

Basta consultar os amigos e poderão fazer listas das dietas mais malucas, ou sem referências positivas. Outras, podem até ter o nome ou o conteúdo interessante, mas são iguais chuvas de verão, não resistem muito tempo nem na prática, nem na dedicação dos interessados.

Se pedir opinião poderá comprovar que quase todo mundo tem um conselho pronto para quem quer emagrecer: "coma isto, coma aquilo, coma muita fruta porque tem vitaminas e elas não engordam", dirão alguns. "Eu se fosse você só usaria produtos diet", dirão outros; "funcionam mesmo! Olha, você deve mesmo é ir para uma academia fazer ginástica", dirá alguém. "Eu conheço uma pessoa que parou de jantar (ou de almoçar) e emagreceu bastante", poderá ser outra sugestão.

Todos eles, com certeza, estarão cheios da chamada boa intenção, mas eu recordo que diz o adágio popular "que de boas intenções o inferno está cheio".

Prudência e conhecimento evitam armadilhas

Você pode até acreditar que estas recomendações ajudam; que estarão do seu lado no desafio de enfrentar a balança e conseguir resultados positivos. Mas muito cuidado! Pois na verdade, uma série de procedimentos tidos como "receitas para emagrecer" podem e com certeza estão sabotando suas tentativas de equilibrar.

Emagrecer com saúde é algo muito importante para pessoas acima do peso ideal, afirmamos que certos erros alimentares podem sabotar sua luta de reduzir e equilibrar o seu peso e manter-se saudável.

Conheça alguns dos falsos amigos da dieta

Bebidas diet e bebidas light

Já explicamos anteriormente, que refrigerantes não são bebidas naturais, todos eles são artificiais, e como tal; estão recheados de conservantes, estabilizantes, adoçantes, e outros produtos químicos, todos eles "ante" alguma coisa, mas nunca naturais. Isto para os que colocam na embalagem a fórmula imagine os que nem isto fazem.

Atenção, os refrigerantes e sucos mesmo os de 0% de caloria, podem fazer você comer mais. Fazem com que as informações de saciedade entre metabolismo e cérebro sofram um curto-circuito. São doces, mas não têm calorias, e assim acabam por confundir o organismo, e está comprovado cientificamente que a sensação de saciedade dura pouco e a fome logo volta.

Pode ser lido nas embalagens que o sabor adocicado em alguns destes produtos, é obtido pela adição de substâncias artificiais como aspartame e ciclamato de sódio, ambos nas listas suspeitas, muito cuidado!

Recomendamos: sempre que possível use água, ou sucos naturais, de frutas, verduras, raízes, hortaliças e legumes.

Frutas

Você deve estar admirado de termos colocado as frutas nesta lista. Calma, já vamos explicar o por quê.

Muitas pessoas, quando em dietas, ingerem grandes quantidades de frutas, acreditando que isto vai ajudar a não engordar e acreditam que estão agindo corretamente. Ledo engano! Pois a frutose, que é o açúcar das frutas, pode também ser encontrada em refrescos, geléias, chocolates em barra e em pó (o cacau contém frutose), é um carboidrato que pesa na balança.

Explicamos que este carboidrato simples, apesar de rapidamente metabolizado pelo organismo, pode favorecer o acúmulo de gordura. Vale ainda ressaltar que a frutose também dificulta o controle do diabetes e aumenta o nível de triglicérides.

Recomendamos e ensinamos que quando em dieta, o ideal é manter o consumo diário de frutas a três ou quatro por dia, no máximo, lembrando de dar preferência às variedades menos doces.

Faltar, suprimir ou pular refeições

Como tentativa de diminuir o volume de alimentos ingeridos diariamente, alguns fazem a opção de pular uma refeição ao longo do dia.

Mas o resultado é o contrário, pois menos refeições geram mais peso na balança, pode parecer brincadeira, mas é o que a observação de centenas de casos tem demonstrado.

Quando você procede assim, quando você fica muito tempo sem comer, seu organismo tem medo de passar fome e, para se prevenir, começa a estocar gordura. É como se ele recebesse uma mensagem que você esta com dificuldade de conseguir comida, e começa a transformar todos os alimentos que você ingere nas próximas refeições, em reservas para defender-se.

E o que é mais perigoso ainda, quem salta refeições durante o dia também costuma ficar com um apetite incontrolável ao passar das horas, o resultado é o prato cheio, e na próxima refeição, acaba comendo mais. Poderá ser daqueles que venham a assaltar a geladeira de madrugada.

Recomendamos: faça várias refeições pequenas ao longo do dia, café-da- manhã, lanche matinal, almoço, lanche da tarde, jantar e uma ceia leve ao fim do dia. Coma devagar, mastigando muito bem cada porção de alimento, busque uma refeição bem colorida e saudável e alimente-se em silêncio ou conversando pouco (somente assuntos agradáveis).

Alimentos diet e alimentos light

Acompanhe nossa afirmação: nem todo produto light é menos calórico.

Por quê? Você deve estar se perguntando. Pois vamos explicar. Em média, estes alimentos apresentam pelo menos 25% de redução de um ingrediente em comparação ao produto original, como por exemplo, gorduras, carboidratos, proteínas ou sódio. Mas devemos levar em consideração que isto não implica uma redução de calorias.

Raciocine que, por exemplo, se a diminuição for de sódio, o valor calórico continuará o mesmo, sem alterar nada.

Esclarecemos a quem faz dietas restritivas (como diabéticos, hipertensos ou alérgicos à lactose), os produtos diet também podem ser bem calóricos. Nestes produtos, foi eliminado pelo menos um componente da fórmula original.

Assim, explicamos que devem sempre ler atenciosamente o rótulo de cada produto para saber qual é o nutriente que saiu da fórmula, o quanto de benefícios pode produzir em seu organismo, e se ele é realmente menos calórico. E lembramos ainda que, sozinhos, esses produtos não emagrecem. Podem até ser incluídos na dieta, mas não os tornem como a base do cardápio. Somente alimentação equilibrada gera emagrecimento.

Como sobremesa ou tira-fome, muita gente usa o chocolate diet. Mas é grande armadilha contra sua saúde e qualidade de vida, pois apesar de sem açúcar, pode ter mais gordura e, portanto, mais calorias que o chocolate normal. E os chocolates têm teobromina, que vicia mais que as drogas proibidas. Basta lembrar que vicia tanto, que já existem até Grupos de Chocólatras Anônimos.

Recomendamos: use alimentos diet ou ligth o mínimo possível, e somente com conhecimento e orientação de terapeuta ou profissional competente. Dê preferência a uma melhor qualidade de vida, ingerindo alimentos da estação, da região, e naturais.

Apenas esclarecer, compartilhar

Poderíamos avançar em diversos outros pontos, citando armadilhas diversas, situações que pareçam estar contribuindo com sua dieta e na verdade, é o contrário, acabam por apresentar saldo negativo ao final de certo tempo.

Quando entrar no clima da dieta, é necessário acima de tudo, não pensar apenas em reduzir o peso, mas em qualidade de vida, em longevidade com saúde, em auto-estima, em estar de bem com corpo e com uma mente ativa.

Mas o espaço é limitado, e esperamos como Terapeuta Holístico, numa experiência de 30 anos dedicados a saúde integral, que este artigo possa de alguma forma alertar que precisamos estudar mais, aprender melhor sobre alimentação e saúde.

Com sinceros votos de muita paz a tudo e a todos, ficamos à disposição para responder e esclarecer pontos relacionados a este tema. Quer saber mais? Entre em contato conosco, pois as informações são muitas, mas o espaço do artigo é limitado. Aguardamos seu e-mail.

Encerramos com saudações holísticas!


Armando Falconi Filho
é terapeuta holístico, escritor, consultor, conferencista e advogado
Saiba mais clicando aqui.

Sobre quais temas (da área de terapia holística) você quer ler nesta seção? O terapeuta Armando Falconi aguarda suas sugestões no e-mail viver_serholistico@acessa.com

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.