• Assinantes
  • Autenticação
  • Saúde
    Armando Falconi Armando Falconi 31/8/2010

    Laranjas

    Falconi segurando laranjasEste é o nosso artigo de número 84. Completamos assim sete anos consecutivos de presença mensal e ininterrupta no Portal ACESSA.com.

    É uma alegria observarmos o crescimento do interesse pelas nossas matérias, seja no contato com pacientes e amigos, nas conversas em nossas palestras e cursos, assim como, no número sempre crescente de e-mails que recebemos dos internautas, solicitando explicações sobre este ou aquele ponto em particular dos assuntos que desenvolvemos.

    Setembro é o mês que marca a chegada da primavera que sempre é visitado pelas alternâncias de temperaturas, ora pelo frio que não quer ir embora e manda suas frentes para nos envolver, ora pelas flores dos Ipês Amarelos que encantam a paisagem da cidade, dos campos, mostrando que tempos novos mandam mensagem de que estão a caminho...

    Assim, escolhemos uma fruta que é a cara da primavera, bela por fora, cheirosa, apetitosa, um presente da natureza para o ser humano, por ser uma farmácia natural de princípios ativos e terapêuticos.

    Como o título apresenta, estamos falando da laranja.

    Laranja: presente do Oriente

    A laranja doce foi trazida da China para a Europa no século XVI, pelos portugueses. E por isso que as laranjas doces são denominadas "portuguesas" em vários países, especialmente nos Balcãs (por exemplo, laranja em grego é portokali).

    Esta é uma fruta riquíssima em vitamina C, que possui como principais funções de auxiliar o organismo na resistência às infecções, de contribuir para a formação dos ossos e dentes, acelerar o processo de cicatrização das feridas e queimaduras, dar vitalidade às gengivas, evitar hemorragias e conservar a mocidade, enfim, reforça as defesas do organismo contra todas as agressões.

    Antigamente nas cidades sitiadas, quando eram realizadas as grandes viagens por mar, nas expedições polares, havia insuficiência de alimentos frescos, surgia nos habitantes ou nos viajantes uma doença que Coreus descreveu pela primeira vez, em 1534: o escorbuto. Com isso foi descoberto bem depressa também, que os vegetais verdes e as frutas podiam evitar e curar a doença.

    Sabemos hoje que tal doença é causada, sobretudo, pela falta de vitamina C, substância esta que em 1928, Szent-Gyòrgly conseguiu isolar como corpo químico puro e mais tarde passou a chamar-se de ácido ascórbico.

    Classificação científica

    Reino: Plantae
    Divisão: Magnoliophyta
    Classe: Magnoliopsida
    Ordem: Sapindales
    Família: Rutaceae
    Gênero: Citrus
    Espécie: C. x sinensis

    O sabor da laranja varia do doce ao levemente ácido. Frequentemente, essa fruta é descascada e comida ao natural, ou espremida para obter suco. As pevides (pequenos caroços duros) são habitualmente removidas, embora possam ser utilizadas em algumas receitas. A casca exterior pode ser usada também em diversos pratos culinários, como ornamento, ou mesmo para dar algum sabor especial. A camada branca entre a casca e as gomas, de dimensão variável, raramente é utilizada.

    Falconi segurando laranjasContém também quantidades consideráveis de Cálcio, Fósforo e Ferro. O Cálcio atua na formação dos ossos e dentes, na coagulação do sangue e construção muscular. O Fósforo ajuda também na formação dos ossos e dentes e na absorção da glicose (principalmente para nutrir o cérebro, evitando fadiga mental). O Ferro faz parte do sistema produtor de energia e leva às células o oxigênio que os pulmões necessitam.

    A vitamina C, elemento nutritivo mais importante da laranja oxida-se e perde-se com facilidade. Para que isso não aconteça, e para que possamos aproveitar melhor suas qualidades nutritivas, devemos observar alguns cuidados como: consumi-la no ponto certo de maturação; só descasque se for consumi-la imediatamente; se for cortar, só use faca de lâmina de aço inoxidável (outros metais atuam sobre a vitamina).

    A laranja é a fruta de maior produção e maior consumo no Brasil e a mais barata fonte de vitamina C. A adoção da Norma de Classificação da Laranja trará confiabilidade e transparência à comercialização, garantindo mais rentabilidade para o produtor e um produto de menor preço e melhor qualidade para o consumidor.

    Valor Nutricional

    Muitos outros benefícios ainda são proporcionados pela laranja, ratificando que é através da absorção do cálcio que vai atuar no fortalecimento da estrutura óssea, do fósforo na absorção da glicose, das fibras no funcionamento intestinal, da pectina na redução do colesterol e dos sais minerais na neutralização do ácido úrico.

    Assim, o consumo da laranja reduz o risco de enfarto, de dores reumáticas e da gota.

    Cada 100 gramas de laranja (em média) contém:

    • Calorias - 65kcal
    • Proteínas- 0,6g
    • Gorduras - 1g
    • Vitamina A - 195 U.l.
    • Vitamina B1 (Tiamnina) - 135 mcg
    • Vitamina B2 (Riboflavina) - 150 mcg
    • Vitamina B3 (Niacina) - 0,25 mg
    • Vitamina C (Ácido ascórbico) - 48 mg
    • Cálcio - 45 mg Potássio - 36 mg
    • Fósforo - 21 mg Sódio - 13 mg
    • Enxofre - 11 mg Magnésio - 8 mg
    • Cloro - 2 mg Silício - 0,45 mg
    • Ferro - 0,2 mg

    A laranja corrige a excessiva acidez do organismo; é estimulante do sistema circulatório, combatendo a inflamação das veias, e ativa o trabalho das glândulas segregadoras de suco gástrico, facilitando, desta maneira, a digestão e funções intestinais. Recomendamos sempre esta fruta aos enfermos de gota e diabéticos, pois é rica em sais minerais e substâncias neutralizantes, influindo favoravelmente na eliminação do ácido úrico.

    Na hora de comprar laranja devemos dar preferência às mais pesadas, pois são as que apresentam maior quantidade de suco. De uma forma geral ela deve ser firme, sem ceder à pressão dos dedos.

    A laranja conserva-se em geladeira de 1 a 2 semanas e o seu período de safra é de março a setembro e janeiro.

    Recomendo sempre

    A laranja é gostosa para fazer sucos puros e combinada com outros vegetais, como o suco de laranja, cenoura e beterraba, que é rico em vitamina C.

    As laranjas do tipo Baía, também chamada de laranja-de-umbigo, é rica em sumo e, por isso, uma grande aliada para a preparação dessa bebida. Para o suco dos bebês, a Lima ou laranja Serra d'água é a mais indicada, porque o nível de acidez é pequeno.

    A laranja-da-terra é mais ácida e usada para fazer doces em compota, inclusive, a casca também pode ser utilizada, nesse caso. A fruta possui uma coloração forte, com alguns tons avermelhados e não é grande.

    A do tipo seleta é boa para se fazer sucos, mas não recomendamos para os preparos em culinária. Para fazer geleia, use a laranja do tipo pera.

    Assim, a cada paciente e a você caro leitor recomendo: inclua a laranja em sua alimentação diária.

    Mas não é para usar apenas o caldo. E sim toda a laranja. Isto mesmo, casque duas a três laranjas, e coloque em um prato, cortem pedaços e comam a laranja, com a pele branca que a envolve por que esta é rica em pectina, que no seu trato digestivo funciona como limpeza, e é rica em fibras.

    Escolha a que mais for agradável ao seu paladar, desde a serra d'água mais doce, passando pela pera de gosto ativo até a Bahia, que é das mais azedas.

    Usar laranjas frequentemente, aumenta sua resistência, faz a conta da farmácia diminuir e as visitas aos profissionais de saúde espaçar-se.

    Use laranja em carnes que vão ao forno, assim como, nos acompanhamento de pratos de difícil digestão para quem ainda come churrasco e feijoadas.

    Recomendamos usar o suco ao natural sem açúcar nem adoçantes

    Quer saber mais? Entre em contato conosco, pois as informações são muitas, mas o espaço do artigo é limitado. Aguardamos seu e-mail.

    Encerramos com saudações holísticas!



    Armando Falconi Filho
    é Terapeuta Holístico, Escritor, Consultor, Conferencista
    Saiba mais clicando aqui.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.