• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos

    Sexta-feira, 07 de março de 2008 atualizada às 13h06

    Número de reclamações contra empresa de telefonia celular sobe, mesmo com as novas regras para o setor



    Priscila Magalhães
    Repórter

    Segundo dados do Procon de Juiz de Fora, o número de reclamações contra empresas de telefonia celular quase dobrou do ano passado para este. De 13 de fevereiro a 06 de março de 2007, foram 167 reclamações. No mesmo período de 2008, já que as novas regras entraram em vigor no dia 13 de fevereiro, o número saltou para 349.

    O que mais recebe reclamação é a cobrança pelo desbloqueio do celular, proibido pela resolução, mas que uma empresa insiste em fazer. Só para este serviço foram quase 200 registros no órgão de defesa do consumidor. Depois, vem a cobrança indevida, celular com defeito, publicidade enganosa, serviços não fornecidos e rescisão de contrato.

    Para o superintendente do Procon/JF, Eduardo Schroder, o aumento do número de reclamações mostra que o consumidor está mais pró-ativo, buscando mais seus direitos que antigamente. “Ele busca saber quais são seus direitos e reivindica. O consumidor está incomodado pela forma como vem sendo tratado e passa a exigir mais”, explica.

    Segundo Schroder, o Procon está acionando as empresas reclamadas e elas já foram autuadas. “Nossos fiscais já foram às lojas, vamos reunir as reclamações dos consumidores e enviar para a Anatel, órgão responsável pela fiscalização”, afirma. As reclamações podem ser feitas diretamente no Procon, na avenida Independência 992, ou pelo 156.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.