• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos

    Segunda-feira, 11 de agosto de 2008, atualizada às 18h35

    Manifestação no Parque Halfed para defender a manutenção do diploma de jornalista com coleta de assinatura em abaixo-assinado



    Sílvia Zoche
    Subeditora

    Para mobilizar os estudantes e os profissionais de jornalismo, além de toda a população de Juiz de Fora, o Sindicato dos Jornalistas de Juiz de Fora está organizando uma manifestação em defesa do diploma de jornalista, que acontece no Parque Halfeld, das 13h às 18h.

    Este abaixo-assinado vem da Federação Nacional dos Jornalistas contra o recurso do Sindicato de Rádio e TV de São Paulo que diz não ser necessário o diploma de jornalista para exercer a profissão. "Qualquer pessoa que preza por um jornalismo de qualidade pode assinar este abaixo-assinado, não somente profissionais e estudantes de Jornalismo", explica o secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas de JF, Zilvan Martins.

    A luta na justiça começou em 2001, quando o Sindicato de Rádio e TV entrou com uma ação no Tribunal Regional Federal (TRF) de São Paulo. Por isso, o sindicato de JF convidou todos os coordenadores de curso de Jornalismo na quinta-feira, dia 07 de agosto, para montar a manifestação e contam com as assinaturas da população desde esse dia até o dia 18 de agosto, véspera da viagem ao 33º Congresso Nacional de Jornalistas em São Paulo.

    Com o abaixo-assinado em mãos, o presidente do Sindicato de JF, Nelson Toledo, a tesoureira Lúcia Schmidt e o secretário-geral Zilvan Martins, seguem para o Congresso Nacional no dia 19 de agosto. Até lá, o sindicato "espera contar com a participação dos profissionais e dos estudantes na manifestação que objetiva sensibilizar a cidade para a importância do diploma na qualiade do jornalismo brasileiro".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.