• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos

    Quarta-feira, 27 de agosto de 2008, atualizada às 16h03

    Planos de saúde são alvos de reclamações dos consumidores. Só este ano, o Procon já registra 228 queixas



    Daniele Gruppi
    Repórter

    O número de procedimentos que os planos de saúde devem cobrir aumentou e as queixam com relação à insatisfação com os serviços prestados também continuam crescendo.

    Segundo o Procon, em 2008 foram recebidas 228 reclamações contra planos de saúde, sendo 36 relacionadas a não cobertura, abrangência e reembolso e 32 a negativas de cobertura.

    Em muitos casos, os pacientes são obrigados a entrar na justiça para solucionar a questão. O advogado Alessandro Moraes Braga aconselha que os consumidores tentem primeiro um acordo com as operadoras. Se não tiverem êxito, podem, além de acionar o Procon, entrar em contato com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) antes de procurar a justiça.

    Braga afirma que um processo pode demorar para ser julgado. Entretanto, os advogados podem usar recursos para que a pessoa não tenha que esperar até o final da decisão, como a liminar. Ele cita, como exemplo, o caso de uma cliente que tinha câncer na tíbia (na altura do joelho).

    "Ela precisou fazer várias cirurgias. O plano cobriu as despesas, mas, quando estava terminando o tratamento, precisava fazer quimioterapia e a operadora alegou que o procedimento era experimental e que não autorizaria. Cada sessão custa R$ 10 mil e ela precisaria de cinco. Entramos com uma liminar e a empresa foi obrigada a pagar, já que não conseguiu cassar o recurso. O processo, no entanto, continua correndo".

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.