Sexta-feira, 9 de julho de 2010, atualizada às 16h30

População de JF recebe atendimento durante Ministério Público itinerante

Carolina Gomes
Repórter

A população de Juiz de Fora teve oportunidade, nesta sexta-feira, 9 de julho, de tirar dúvidas sobre aposentadoria, saúde, defesa do consumidor, direitos humanos, combate aos crimes cibernéticos e ao crime organizado, entre outros assuntos. Os atendimentos gratuitos fizeram parte do projeto Ministério Público (MP) itinerante, que contou ainda com palestras informativas.

De acordo com o ouvidor do MP, Mauro Flávio Ferreira Brandão, o objetivo principal da ação é aproximar a instituição da população, informando quem são e o que fazem, além de dar orientações sobre assuntos que competem ao órgão. "Em uma pesquisa realizada pelo órgão, foi comprovado que a população tem confiança no Ministério, mas pouco conhece a respeito. Queremos mudar isso", afirma.

A meta para o dia era a realização de 300 atendimentos, entre reclamações na área de saúde, orientações jurídicas e reclamações referentes ao Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), que trabalhou em parceria com o MP. Segundo o ouvidor, os atendimentos foram satisfatórios. 

O contador Maurício Nunes da Rocha procurou o Ministério Público itinerante para obter orientações a respeito de problemas que vem tendo com uma operadora de telefonia. "A iniciativa é muito importante porque dá oportunidade de a população ter acesso aos seus direitos."

De acordo com informações da assessoria do MP, todos os serviços disponíveis apresentaram grande procura. Já os casos que não eram de competência do órgão, ou não dariam para ser resolvidos imediatamente, foram encaminhados para um segundo atendimento. Ao todo, aproximadamente dez ouvidores, de Juiz de Fora e de Belo Horizonte, participaram da ação.

Ministério Itinerante Ministério Itinerante

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.