Quarta-feira, 16 de novembro de 2011, atualizada às 15h46

Queda de veículo em bueiro em Manhuaçu gera indenização de R$ 5 mil

Da Redação
Foto de bueiro quebrado

Um profissional autônomo da cidade de Manhuaçu, na Zona da Mata mineira, será indenizado por danos materiais em R$ 5.439 pelo estrago causado em seu carro depois da queda em um bueiro. Ele irá receber ainda R$ 150 referentes ao valor gasto com o reboque do veículo. A decisão é da 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

O homem ajuizou ação contra o município de Manhuaçu, solicitando indenização por danos morais e materiais. No processo, ele afirma que, em 9 de junho de 2009, estava transitando em seu carro, quando o veículo caiu em um bueiro destampado. O profissional alega que ficou impedido de trabalhar por alguns dias devido ao acidente, o que lhe causou abalos na esfera moral.

O município de Manhuaçu defendeu-se, alegando que o autônomo não mostrou, de forma clara, os orçamentos utilizados para o conserto do veículo. Para a administração municipal, a ação caracterizaria a tentativa de se enriquecer às custas do poder público. O Executivo contestou ainda o pedido de indenização por danos morais, afirmando que o profissional não comprovou ter sofrido qualquer abalo.

Em primeira instância, o juiz da 2ª Vara Cível da comarca de Manhuaçu estipulou a indenização por danos materiais, tomando como base o menor orçamento apresentado. Quanto ao pedido de indenização por danos morais, o magistrado entendeu que não era cabível e que não houve qualquer abalo à honra do autônomo. O município recorreu ao Tribunal, mas a turma julgadora manteve a condenação sob o fundamento de que cabe ao poder público a manutenção e a conservação das vias públicas. Para os magistrados, o Executivo é responsável por todos os riscos decorrentes de suas atividades.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.