• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos
    Quarta-feira, 3 de outubro de 2012, atualizada às 18h30

    Procon/JF divulga ranking das dez empresas mais reclamadas em setembro

     
    Da Redação
    Telefone

    A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor de Juiz de Fora (Procon-JF) divulgou nesta quarta-feira, 3 de outubro, o ranking das empresas mais reclamadas no mês de setembro. Durante todo este mês, a Agência recebeu 3.065 atendimentos, com uma média diária de 162 por dia, em 19 dias úteis. De acordo com a assessoria do Procon-JF, este levantamento é realizado deste o mês de agosto e tem como objetivo orientar os consumidores sobre as empresas líderes de reclamações, bem como alertar sobre os principais motivo das mesmas.

    A assessoria da Agência afirma que a empresa Telemar liderou o ranking no mês de setembro. Entre as reclamações estão cobrança indevida, problemas com o acesso ao serviço de SAC, onerosidade, problemas no menu, indisponibilidade, inacessibilidade aos deficientes e recusa injustificada em prestar serviço. Em segundo lugar está a Instituição BV Financeira. A empresa também apresenta reclamações em relação à cobrança indevida, além de antecipação de boleto de quitação e retenção de documentos.

    Em terceiro lugar o Banco Itaú S/A, com reclamações de cobrança indevida e problemas em relação ao contrato, como não cumprimento, alteração, transferência, irregularidade, rescisão, entre outras. O Procon ainda recebeu denúncias de que o banco apresentou problemas com falhas em transações eletrônicas. Outra empresa de telefonia também ocupa este ranking. Ocupando o quarto lugar, a operadora Claro S/A, apresentou reclamações sobre cobrança indevida e abusiva, rescisão de contrato e alteração unilateral, além de problemas com o acesso ao serviço de SAC, que vai desde onerosidade, problemas no menu, indisponibilidade até inacessibilidade aos deficientes.

    Em quinto lugar a empresa Televisão Cidade – SIM TV – que no mês de agosto ocupou o segundo lugar - recebeu reclamações sobre cobrança indevida e abusiva, rescisão de contrato e alteração unilateral e dano material e/ou pessoal decorrente do serviço prestado. Em sexto o Banco Ibi S.A. trouxe problemas em relação à cálculo de prestação em atraso e cobrança indevida. No sétimo lugar outro banco, desta vez o Santander, que teve suas reclamações em relação à antecipação de financiamento, cálculo de prestação/taxa de juros e cobrança indevida. Já em oitavo lugar, Cemig Distribuição S.A. recebeu reclamações sobre cobrança indevida/abusiva, recusa injustificada em prestar o serviço e também o não fornecimento do mesmo. Em nono lugar a empresa Motorola Industrial Ltda. apresentou problemas sobre garantia e sobre o produto que poderia ter causado danos materiais ou ter sido entregue com defeito. No último lugar do ranking estão dois bancos. O Cruzeiro do Sul S/A trouxe problemas sobre antecipação de boleto de quitação, cobrança indevida e não entrega de cópia de contrato. E a Caixa Econômica Federal teve reclamações em relação à cobrança indevida, falha bancária e serviço não fornecido.

    A assessoria do Procon/JF ressalta que das 11 empresas mais reclamadas no mês de setembro, dez apresentaram reclamações sobre cobrança indevida. A relação de todas estas empresas está disponível na sede da Agência. Este levantamento foi realizado na sede do Procon/JF e na unidade itinerante, Procon Móvel no período de 1º a 30 de setembro.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.