Terça-feira, 26 de novembro de 2013, atualizada às 16h21

Procon alerta para compras na Black Friday brasileira

Lucas Soares
Repórter
Black Friday

A Black Friday é comemorada anualmente nos Estados Unidos sempre após o feriado de Ação de Graças, tradicional em terras norte-americanas. Neste dia, um saldão é feito em várias lojas com descontos em diversos tipos de produtos que chegam à 90%. No Brasil, ela faz parte do calendário de compras desde 2010, sempre em lojas de e-commerce. Em 2013, a data será comemorada nesta sexta-feira, 29 de novembro.

Visando auxiliar o consumidor na hora de decidir em qual site realizar as compras, o Procon de São Paulo emitiu uma lista, com mais de 300 sites que não são considerados confiáveis pelo órgão. Em Juiz de Fora, o coordenador do Serviço de Defesa do Consumidor (Sedecon) da Câmara Municipal de Juiz de Fora, Carlos Alberto Gasparete, alerta sobre o tema. "No site da Fundação Procon de São Paulo é possível verificar o preço médio praticado no comércio eletrônico por várias lojas e alguns produtos. Assim, o consumidor pode verificar lá se, de fato, a promoção existe, e não ser enganado como aconteceu no ano passado. Se o preço for considerado abusivo dentro de uma suposta promoção, a empresa será multada e a promoção deverá ser mantida, com o preço médio praticado e o desconto aplicado", afirma.

A Black Friday brasileira

A Black Friday brasileira surgiu por meio de uma iniciativa do portal Busca Descontos, trazendo grandes redes de varejo como parceiros. A oportunidade é considerada uma ótima ideia, tanto para os consumidores online, pois pode comprar mais barato nas principais lojas virtuais do país, quando para os varejistas, que têm uma chance maior de limpar estoques para receber os produtos para vendas de Natal.

Em 2012, segundo levantamento realizado pela ClearSale, a Black Friday somou R$ 217 milhões para o comércio eletrônico (mais do que o dobro do que foi finalizado no ano anterior, que apurou R$100 milhões). No entanto, nas redes sociais, internautas denunciaram supostas fraudes nos preços, com a data ficando manchada com o slogan "Tudo pela metade do dobro."

Neste ano, no entanto, o Reclame Aqui, portal que atua junto aos órgãos de defesa do consumidor, de forma independente, elaborou um levantamento dos preços das principais redes de comércio online, contando também com a ajuda do consumidor final. Qualquer produto que fique mais caro durante o evento, com uma suposta alegação de desconto, será denunciado ao Procon para que medidas legais sejam tomadas.

Consulta CNPJ

O Serasa Experian, em uma parceria com o VocêConsulta Empresas, entre os dias 29 de novembro e 1º de dezembro, vai permitir que o cidadão consulte gratuitamente um CNPJ de uma empresa com quem pretende fechar negócio. Basta entrar neste site e preencher os dados solicitados.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.