• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos
    Sábado, 1 de fevereiro de 2014, atualizada às 12h23

    Oi lidera em ranking de reclamações do mês de janeiro, segundo Procon/JF

    Celular

    Dados registrados no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), processados pela Agência de Proteção e Defesa do Consumidor de Juiz de Fora (Procon/JF), apontam que a empresa Telemar Norte e Leste S/A (Oi Móvel, Oi Fixo, Oi Internet e Oi TV) liderou novamente o ranking de reclamações, com 20,29% do total de atendimentos realizados durante o mês de janeiro de 2014.

    Foram realizados no período 2.777 atendimentos, um aumento de 10% se comparado ao mesmo período em 2013. Além disso, também em janeiro desse ano, foram realizadas 418 audiências de conciliação e o envio de 1.453 cartas de Investigação Preliminar (CIP). Já o Departamento de Práticas Infrativas (Dapi) instaurou 51 processos. Veja a lista com as 10 mais reclamadas.

    Segundo o Procon, o número divulgado pela Agência vêm demonstrar que ainda persiste o desrespeito dos fornecedores, especialmente prestadores de serviços de telefonia e dados e do ramo financeiro.

    Com relação aos setores, no mês de janeiro, serviços essenciais lideraram o ranking, com 810 reclamações. Em segundo lugar ficou o setor de produtos, com 743 queixas. A Via Varejo S/A (Casas Bahia e Ponto Frio) ficou com 4,79% das reclamações.

    Em terceiro, serviços financeiros, com 690 problemas. O Bradesco S/A registrou 3,50% dos atendimentos.

    Caso o consumidor tenha alguma dúvida ou queira fazer reclamação sobre serviços ou produtos, a orientação é procurar o Procon/JF, na Avenida Itamar Franco, 992, Centro. A agência funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Já o horário de atendimento ao público é das 8h30 às 17h30.

    Com informações da Prefeitura de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.