• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos
    Segunda-feira, 13 de outubro de 2014, atualizada às 15h03

    Bell Marques pode se apresentar em Juiz de Fora no próximo dia 31

    Após quase nove meses de polêmica após o cancelamento da apresentação da banda Chiclete com Banana em Juiz de Fora, a Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF) e o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) firmaram acordo com as empresas Mazana Empreendimentos Artísticos e Publicidade Ltda., BM Produções Artísticas – Eirelli e Washington Bell Marques da Silva, para realizar um novo show na cidade do artista Bell Marques. A apresentação pode ser remarcada para o dia 31 de outubro, sexta-feira, mas ainda depende da homologação do poder judiciário. A negociação ocorreu após o cancelamento do show da Banda Chiclete com Banana, programado para o dia 24 de janeiro.

    Os consumidores que foram prejudicados no show cancelado poderão efetuar a troca dos ingressos em pontos de vendas a serem definidos pelos organizadores, não sendo permitida a troca na portaria do evento. Entretanto, aqueles que não residem em Juiz de Fora, deverão entrar em contato com a produção do evento até a data limite de troca de ingressos, 24, para fazer a reserva do ingresso a ser retirado na portaria do evento, mediante a apresentação do ingresso original e comprovante de residência.

    O acordo não prevê a restituição do valor pago pelo ingresso, em razão de os organizadores do evento cancelado, Cassel Telecomunicações e Informática e SLA Eventos Ltda., não terem apresentado, até agora, proposta concreta para a devolução do dinheiro. O Procon/JF realizou ação cautelar bloqueando os bens dos organizadores, Cassel Telecomunicações e Informática, SLA Eventos Ltda., de seus respectivos sócios, Sílvio Lopes de Abreu e Alexandre Vitório Martins Costa, da empresa El Shaday Aluguel de Estruturas Metálicas, responsável pela montagem da estrutura do show, Mazana Empreendimentos Artísticos e Publicidade Ltda., responsável pela Banda Chiclete com Banana e de Washington Bell Marques da Silva.

    No total, foram vendidos 4.872 ingressos e registradas 668 reclamações no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec). A liberação dos bens bloqueados das empresas Mazana Empreendimentos Artísticos e Publicidade Ltda. e de Washington Bell Marques da Silva serão imediatamente liberados após o cumprimento do acordo firmado no último dia 2.

    O consumidor que tenha alguma dúvida ou queira fazer reclamação sobre serviços ou produtos pode procurar o Procon/JF, na Avenida Itamar Franco, 992, Centro. A agência funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Já o horário de atendimento ao público é das 8h30 às 17h30.

    Com informações da PJF.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.