• Assinantes
  • Autenticação
  • Seus Direitos
    Segunda-feira, 24 de novembro de 2014, atualizada às 15h10

    Seminário discute marketing multinível e pirâmide financeira em JF

    Eduardo Maia
    Repórter
    piramide

    Com o objetivo de esclarecer sobre os esquemas de pirâmides financeiras e estratégias de marketing multinível, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) promove nos dias 27 e 28 de novembro o seminário regional "O direito do consumidor investidor e o marketing multinível". A abertura será realizada às 18h no Victory Business Hotel.

    De acordo com o titular da Promotoria de Defesa do Consumidor de Juiz de Fora e presidente da Associação Nacional do Ministério Público do Consumidor (MPCON), Plínio Lacerda Martins, o surgimento de pirâmides financeiras precisa ser discutido diante da intensa movimentação financeira a partir da prospecção de novos participantes.

    "A pirâmide financeira começa deixando transparecer que é algo lícito, tem CNPJ, alvará de localização, costuma fazer uma exposição com pessoas influentes, quando na verdade elas se diferenciam e muito dos investimentos e também dos negócios. Há empresas que usam o marketing multinível, mas a pessoa ganha em cima da comissão de venda de um produto. Já a pirâmide, não. Ela se dá pela indicação de pessoas e bonificações, diz que oferta serviços, mas na verdade não é esse o objetivo dela. É justamente uma criação de uma corrente que um dia vai ser rompida e as pessoas ficarão prejudicadas", explica o promotor.

    Na programação do evento, que será realizado na quinta-feira, das 18 às 21h, e na sexta, das 9 às 19h, a Comissão de Valores Imobiliários (CMV) irá propor orientações para que o consumidor investidor possa ter uma garantia nestes tipos de negócios. Do Ministério Público, participam promotores que trabalharam em casos de pirâmides pelo Brasil, como Alessandra Garcia Marques, do Acre, e José Augusto Peres, do Rio Grande do Norte, relatando casos como a TelexFree e BBOM.

    O evento também conta com a participação da Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JF) e da Delegacia Regional de Polícia Civil de Juiz de Fora. Outra instituição que apoia é a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), por meio da Comissão do Direito do Consumidor. A programação completa do evento pode ser conferida aqui.

    O evento é gratuito e tem vagas limitadas. Para fazer a inscrição, basta ligar para (32) 3690-5900. O Victory Business Hotel está localizado na avenida Presidente Itamar Franco, 1.850, São Mateus, Juiz de Fora.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.