Segunda-feira, 19 de março de 2018, atualizada às 8h

Procon orienta consumidores sobre compras da Semana Santa

Da redação

A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor divulgou nota orientando os consumidores sobre a compra de produtos na Semana Santa, como ovos de chocolate e peixes.

O preço dos ovos de Páscoa geralmente são mais altos, se comparados ao valor cobrado por barra de chocolate ou caixa de bombons. Por isso, antes de comprar é importante pesquisar bem e pensar primeiro no bolso. Os que vêm com brinquedos e embalados com personagens infantis podem custar ainda mais. Então, se possível, crianças não devem ser levadas às compras.

"A embalagem deve estar em boas condições de armazenamento, longe de produtos de limpeza, de odor forte e de qualquer fonte de calor. Importante verificar se há sinais de violação do conteúdo e evitar produtos amassados. Quando houver inclusão de brinquedos, observar se na embalagem contém o selo com a idade recomendável para o uso. Os rótulos devem trazer, além da identificação do fabricante, data de validade, peso e composição, já que determinadas doenças impedem aos pacientes a ingestão de açúcar, glúten e substâncias alergênicas. No caso de produtos de fabricação caseira, o fornecedor é obrigado a seguir as mesmas regras de comercialização".

Segundo o departamento, as numerações indicadas variam de acordo com as marcas. "Por isso, deve-se prestar atenção aos pesos dos ovos. Nos casos de produtos em promoção, com a informação de que estão quebrados, o fornecedor não será obrigado a trocar o produto".

A higiene e o bom armazenamento também valem para os peixes frescos. "O produto deve estar em balcão frigorífico ou conservado no gelo, protegido do sol e de insetos. No caso do peixe congelado e aqueles que são vendidos em embalagens, o balcão onde estiver armazenado não pode estar superlotado, o que impede a circulação do ar frio e compromete a qualidade. Na embalagem, devem constar informações quanto ao peso líquido, identificação do país de origem e do produtor, lote, registro no órgão de fiscalização competente, indicação de temperatura para conservação, data de acondicionamento e prazo de validade, além do carimbo do serviço de inspeção".

Quanto ao bacalhau, é importante saber sobre a procedência do produto. Não adquirir se o peixe estiver com manchas avermelhadas ou pintas pretas no dorso, sinais que indicam a presença de bolor ou deterioração. Além disso, verificar se olhos do peixe estão brilhantes, se as guelras estão vermelhas e se as escamas não se soltam facilmente.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.