• Assinantes
  • Autenticação
  • Só Sabor

    De bar em bar Baseando-se na paixão do brasileiro pelos bares, evento nacional inclui Juiz de Fora na rota das cidades inscritas

    Marinella Souza
    Colaboração*
    11/12/2007

    A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) está realizando o primeiro Festival de Bar em Bar, até 15 de dezembro. O objetivo é promover a valorização dos bares, considerando que eles são uma paixão de quase todos os brasileiros.

    Pegando carona nessa preferência nacional, eventos como esse incrementam a economia e geram mais empregos através de um festival que mobiliza diversos bares associados que oferecerão porções especiais ao público.

    Em Juiz de Fora, nove são os bares participantes do evento e a Abrasel local tem grandes expectativas em relação ao evento. Segundo o presidente, Fernando Neiva Campos, festivais gastronômicos sempre são sucesso à cidade. "Esse tipo de evento chega a gerar um aumento de 20% nas casas do ramo. O "Bar em Bar" é um festival novo, ainda pouco divulgado, mas ainda assim, esperamos um público de cinco mil pessoas nos bares cadastrados", comenta.

    foto de bebidas Os bares estão empolgados com o Festival. Proprietária de um bar localizado no bairro Mariano Procópio há mais de uma década, Maria Cristina Rezende Alves, acredita que festivais como esse movimentam a economia da cidade. "Como o movimento sempre aumenta com os festivais gastronômicos, a gente sempre precisa colocar mais garçom, incrementar o cardápio. Isso gera mais empregos para a cidade", avalia.

    Além de divulgarem os bares participantes em nível nacional, os festivais gastronômicos popularizam a gastronomia da região, o que faz aumentar o interesse e a procura de turistas e glutões de todo o país.

    Campos ressalta que eventos como esse, estimulam a criatividade dos proprietários dos bares e todos saem ganhando. "Os donos de bares se preocupam mais em inovar o cardápio, criam pratos específicos e isso agrada o consumidor", explica.

    Especialidades das casas

    foto de mesa E como estimula a criatividade desses empresários e cozinheiros. O Festival de Bar em Bar apresenta pratos sofisticados e variados. O chef de cozinha, Giovani Freitas revela como é o prato participante. "É um filé em agliletes, ao molho pomodoro com pimenta calabresa, acompanhado por polenta frita", conta.

    Segundo Giovani, esse é um prato bastante pedido no bar em que trabalha na Avenida Independência e o grande charme está no fato de ser uma comida típica de boteco. "Esse é um prato feito para se comer tomando uma cerveja", diz ele. E acrescenta: "é um prato bem quente, apimentado, que valoriza a cultura mineira, por ser rústico"

    Sem se importar muito com a tradição de Minas Gerais, mas pensando em agradar o cliente, o gerente de outro bar e restaurante de Juiz de Fora, Jorge Luíz Barbosa Britto foi buscar o seu prato em outras terras. "O sanduíche é uma cópia que vem de São Paulo", admite. "O Boteco do Basílio, serve esse mesmo sanduíche e faz um enorme sucesso, por isso repetimos a receita", jusifica-se.

    Trata-se de um sanduíche berinjela empanada com filé mignon grelhado, coberto com queijo mussarela gratinado. Segundo Jorge, o segredo está na carne temperada "de um jeito especial", que é segredo de estado. Mas Jorge garante que o mistério vale a pena porque o resultado é muito bom. "É um prato diferente e muito saboroso", derrete-se o gerente.

    foto de mesa Pensando mais no clima quente do verão, Maria Cristina inscreveu um prato leve no festival. Sua escolha tem como base os frutos do mar, são camarões, filés de peixe e lulas empanado acompanhados por molho tártaro.

    Maria Cristina aposta nesse diferencial para ganhar o festival. "Os outros pratos levam muita carne e ingredientes pesados, nós preferimos optar por uma refeição mais ligth, que tenha mais a cara do verão", diz.

    Leves ou pesados, o fato é que os juizforanos terão até o dia 15 de dezembro para desfrutar de pratos que vão da comida árabe, passando por carnes nobres com ervas, peixes refinados e gastronomia mineira.

    Fernando Neiva Campos acredita que esses festivais são sempre positivos porque movimentam o comércio da cidade. Segundo ele, nos festivais gastronômicos promovidos pela Abrasel em Juiz de Fora, a receptividade é sempre muito boa. "A cada ano que passa melhora mais o público e o índice dos festivais. Por menor que seja um festival, ele sempre promove uma melhora no mercado e atrai público de fora", diz ele.


    Acesse as receitas do Só Sabor!
    Clique aqui e cadastre suas receitas.

    *Marinella Souza é estudante de Comunicação da UFJF

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.