Quarta-feira, 6 de novembro de 2013, atualizada às 09h03

Queijos de minas será o tema do 2º Festival Happy Hour

Queijo Minas

A segunda edição do Festival Happy Hour já tem um tema definido. Para o ano de 2014, os bares e restaurantes que farão parte do evento devem criar pratos especiais envolvendo os queijos de Minas Gerais,  um dos produtos mais famosos do estado.

Entre os dias 10 de janeiro e 2 de fevereiro de 2014, cerca de 50 estabelecimentos nas cidades de São João del-Rei, Barbacena, Tiradentes, Barroso, Carrancas, Coronel Xavier Chaves, Dores de Campos, Prados, Resende Costa, Ritápolis, Santa Cruz de Minas e São Tiago devem participar do festival.

Queijos

De acordo com a organização do evento, existem quase dez mil queijeiros em Minas Gerais e 240 já estão cadastrados e aptos a produzir fora dos limites estaduais. Todos os produtos terão identificação da queijaria e rótulo com selo de inspeção do IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária) e do Sisbi (Sistema Brasileiro de Inspeção).

O queijo é considerado como excelente fonte de cálcio, de proteínas e de vitaminas, sendo fundamentais para a formação e a manutenção dos ossos. O minas frescal é uma das melhores opões porque contém menos gordura, colesterol e sódio. Sua história remonta à chegada dos portugueses a Minas Gerais, no século XVIII, depois da descoberta do ouro. Como os homens precisavam de um alimento que durasse todo o dia, uma antiga técnica portuguesa de queijo coalhado, feito de leite fresco, foi adaptada às condições locais. Os queijos de minas possuem registro de Patrimônio Cultural do Brasil concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) por seu modo único de produção.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.