Últimas notícias

Governo Lula é oportunidade para liberais se renovarem, diz diretor de instituto

Recém-empossado na direção do Instituto Millenium, o cientista político Diogo Costa afirma que a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) representa uma oportunidade para o liberalismo se renovar no país.O instituto, que teve o ex-ministro da Fazenda Paulo Guedes como um de seus fundadores, em 2005, é um dos mais influentes na direita liberal brasileira, que prega a redução do peso do Estado.

Acidente de ônibus no Paraná deixa ao menos sete mortos

Pelo menos sete pessoas morreram e 22 ficaram feridas em um tombamento de um ônibus de turismo na BR-277 no município de Fernandes Pinheiro, a 150 km de Curitiba na região central do Paraná, na madrugada desta terça-feira. Entre os mortos, estão uma criança argentina de três anos, a mãe dela, uma outra mulher e quatro homens.

Papa Francisco desembarca na República Democrática do Congo em momento de avanço evangélico no país

O papa Francisco desembarcou nesta terça-feira (31) na República Democrática do Congo, país de cerca de 100 milhões de habitantes no coração da África, para um pequeno giro pelo continente, onde também passará pelo Sudão do Sul.A visita estava inicialmente prevista para o último mês de julho, mas teve de ser adiada devido às dores no joelho do líder da Igreja Católica, que tem usado uma cadeira de rodas para se locomover, e também à intensificação da violência em Goma, cidade no nordeste congolês.

Pacheco negocia postos para aliados de Lula na cúpula do Senado e isola PL

s vésperas da eleição à Presidência do Senado, aliados do presidente Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e do governo de Lula (PT) que apoiam a reeleição do senador mineiro discutem a indicação de postos para a cúpula da Casa.Caso vença a disputa contra o senador Rogério Marinho (PL-RN), ex-ministro de Jair Bolsonaro (PL), Pacheco deve dar espaço na Mesa Diretora a partidos que integram a Esplanada do Executivo petista, como MDB e União Brasil.

Casal é condenado a 10 anos de prisão por dançar na rua no Irã

Um casal de influenciadores iranianos foi condenado a 10 anos de prisão por aparecerem em um vídeo publicado nas redes sociais em que os dois dançam na rua, em frente ao monumento da Praça Azadi, em Teerã, capital do Irã.Astiyazh Haghighi, 21, e Amir Mohammad Ahmadi, 22, respondem por "espalhar a corrupção na terra e incitar a prostituição", crimes hediondos no país.