• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    O que é a Deep WEB?

    Nome do Colunista Marcos Dalamura 18/04/2019

    Caros leitores do Portal Acessa.com. Meu nome é Marcos Dalamura, sou funcionário público, professor universitário, webmaster e um entusiasta de tecnologia. Mensalmente teremos um encontro aqui no Portal Acessa.com, com novidades e tendências de tecnologias, com uma abordagem simples e clara. Diariamente nos deparamos com diversas inovações, por isso gostaria de compartilhar com vocês estas novidades. Sintam-se à vontade para dar sugestões de temas. No final da coluna, teremos o INFO BITS, onde mostraremos dados estatísticos relacionados à Tecnologia. Boa leitura.

    O que é a Deep WEB?

    Deep WEB e Surface WEB (também conhecida como Visible WEB) conformam uma divisão do conteúdo da WWW - Rede mundial de computadores - quanto à indexação feita por mecanismos de busca padrão (leia-se Google, Bing, etc). Deep WEB (deepnet, WEB invisível, undernet, WEB obscura ou WEB oculta) corresponde à parte não indexada (ou seja, apenas o seu navegador de internet não é suficiente para visitar esses sites) e Surface WEB (ou internet superficial) é a parte indexada, que conhecemos e usamos normalmente no nosso dia a dia.

    Por isso usa-se a imagem de um inceberg para representar a rede mundial de computadores. A ponta do iceberg, a parte fora da água, é tudo o que é indexado por mecanismos de busca - a internet "normal" que eu e você usamos. A maior parte do iceberg, o colosso abaixo da água, é a Deep WEB - as profundezas invisíveis a olho nu da rede mundial de computadores.

    Mecanismos de busca constroem um banco de dados através de programas chamados web crawlers ou spiders (aranhas) que começam com uma lista de páginas de internet conhecidas. Esse programa pega uma cópia de cada página e indexa-a, guardando informações importantes que permitirão que a página seja facilmente recuperada mais tarde. Qualquer hiperligação para novas páginas são adicionadas para a lista de páginas para serem indexadas. Eventualmente todas as páginas acessíveis são indexadas. Assim, o conjunto de páginas acessíveis definem a porção superficial da rede (Surface WEB). Por diversas razões algumas páginas não podem ser acessadas pelos web crawlers. Essas páginas compõem a seção oculta da rede (Deep WEB).

    Na Deep WEB nada é indexado, ou seja, você não consegue simplesmente digitar um endereço "ponto com" e encontrar o que quer. É como se esta parte "escondida" da internet não existisse para os navegadores comuns. Sendo assim, todo o conteúdo da Deep WEB fica oculto para o grande público, sendo acessível somente através de softwares especiais.

    O acesso à Deep WEB ocorre na maioria das vezes de forma anônima e descentralizada graças às conexões peer-to-peer (P2P), onde cada computador (também identificado como um “nó”) usa um software específico para se conectar aos demais computadores da rede, de modo que a transmissão de pacotes é feita de forma direta, ponto a ponto.

    A rede Onion, acessível através do Tor (programa que protege a identidade e a privacidade de seus usuários enquanto eles estão online na Internet), é a mais popular da Deep WEB. Mas existem inúmeras outras como a I2P, a FreeNET e a ZeroNET. Algumas são mais acessíveis para os curiosos de plantão, porém outras são extremamente restritas e complexas para acessar. Geralmente, é nessas redes difíceis que estão os sites e comunidades da Dark WEB (o “lado negro” da Deep WEB).

    As camadas da WEB

    O que tem na Deep WEB?

    A Deep WEB é uma ferramenta libertária no seu núcleo e nos seus princípios. Ela é usada principalmente como meio alternativo para o compartilhamento de informações que por algum motivo não podem estar na Internet comum, para o debate de ideias que são proibidas por alguns governos e/ou doutrinas, e até como ferramenta educacional para conteúdos extremamente profundos e específicos (processos químicos para conservação de cadáveres, por exemplo).

    Esse é o lado positivo da Deep WEB, só que infelizmente, como tudo na vida, ela também pode ser usada para o mal.

    Desta forma, as redes que compõem a Deep e a Dark WEB tornam-se territórios livres para a prática de crimes como pedofilia, tortura, estupro, tráfico de armas, de drogas e até de órgãos, e também funcionam como grandes centros de organização para ataques terroristas, como o que aconteceu numa escola de Susano recentemente.


    Até a próxima coluna com mais novidades sobre Tecnologia.

    Marcos Vinícius Celeste Dalamura
    é mineiro, casado, graduado no Curso Superior de Ciências - Licenciatura Plena em Matemática e no Curso Superior de Tecnologia em Processamento de Dados, ambos pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - MG. Pós-graduado, em níveis de especialização e aperfeiçoamento, na área de Educação - Psicopedagogia Clínico-Institucional pelas Faculdades Integradas Simonsen - RJ e pós-graduado em Redes de Computadores pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora - MG. Servidor público da Prefeitura de Juiz de Fora - MG, responsável pela Divisão de Tecnologia da Informação do DEMLURB, ex-professor da Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO no Curso de Sistemas de Informação, Webmaster e um entusiasta de tecnologia.

    Site
    Facebook

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.