• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Jogos no Computador Além do vídeo game, o computador é o equipamento predileto dos adolescentes para se divertir com os jogos, sejam eles on line ou em rede

    Priscila Magalhães
    repórter
    17/12/2007

    Warcraft, Fifa, Need for Speed, Counter Strike, Winning Eleven ... Estes são os jogos que mais têm feito a cabeça dos adolescentes, segundo o proprietário de uma lan house, Fernando César. O período de férias é ainda mais convidativo e a maioria dos adolescentes passam horas em frente ao computador ou televisão.

    Os jogos são um motivo forte para reunir os amigos seja em casa ou em uma lan house. Além dos jogos, as dicas, foruns, mapas e táticas são encontrados na internet, já que todos os jogadores querem vencer. Dessa maneira fica difícil abandonar a diversão no meio do caminho.

    Mas entre todos os jogos citados acima, o Counter Strike é o que tem feito mais sucesso entre os juizforanos. É um jogo que tem como ambiente a batalha contra o terrorismo e o jogador pode escolher ser um terrorista ou um anti-terrorista. Ele se desenrola em quatro ambientes, sendo o resgate de reféns, o mapa de bomba, a fuga e o assassinato.

    As armas são compradas durante o jogo e cada uma tem um valor diferente. O dinheiro é adquirido durante o jogo de acordo com as ações que cada um consegue realizar, mas o jogador também pode perdê-lo. "É um jogo de tiro. A gente monta os times e todo mundo joga, porque ele é em rede", diz Bruno Couto Gonçalves, de 12 anos.

    E Gabriel Couto Gonçalves, irmão de Bruno, completa. "Cada time tem quatro jogadores e a gente tem que matar o dos outros times. A gente se divide antes de começar e separa se acordo com o que cada um sabe pra não ficar os melhores em um time só", diz o garoto de 10 anos.

    Foto de Lan House Foto do Jogo Foto de Lan House

    Iago Floriano de Araújo, de 12 anos, diz que o melhor do jogo é a competição. "O que mais atrai para o jogo é o ganhar ou perder. Mas não jogo o dia todo. Fico cerca de uma hora jogando e é mais no fim de semana, principalmente se for no computador".

    Para o jogo ficar mais emocionante, a turma se encontra na lan-house. "É muito melhor jogar aqui do que em casa. Como aqui é em rede, a gente joga contra outras pessoas e dá formar os times", diz Gabriel Souza do Vale, de 11 anos. "Aqui é melhor, porque tem mais gente. assim, podemos pedir dicas e aprendemos mais", completa Bruno.

    Foto de Bruno Foto de Gabriel Foto de Gabriel Foto de Iago

    Gabriel Souza diz que a mãe não se importa com o fato de ele ficar jogando. "Ela até me dá dinheiro pra eu vir aqui". E Iago garante que não é viciado nos jogos. "Eu não sou dependente do computador. Quando fico de castigo, sem poder usar, até que não ligo muito. Tem gente que joga o dia todo e eu não sou assim", garante.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.