• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Arquivo histórico vai disponibilizar acervo na rede Verba de R$ 83 mil foi liberada e previsão é que história de Juiz de Fora e região esteja disponível na rede em um ano

    Priscila Magalhães
    Repórter
    19/06/2008

    Para colocar em prática o projeto de digitalização e disponibilização do acervo do Arquivo Histórico de Juiz de Fora na internet, uma verba de R$ 83 mil foi liberada pelo Fundo Estadual de Cultura (FEC), por meio da Secretaria de Estado da Cultura.

    A verba vai ser utilizada na compra de equipamentos para continuar o processo de digitalização, para desenvolvimento de um software que gerencie as imagens e para a elaboração de dois textos de pesquisa: um dicionário para estudo da história agrária e um livro sobra a Fazenda Sofia, em Santana do Deserto.

    Segundo a coordenadora do projeto, Elione Silva Guimarães, a expectativa é que em um ano alguns documentos já estejam disponíveis na rede. "Queremos colocar todo o acervo, mas isso vai acontecer devagar, pois o trabalho é muito demorado".

    O processo começou em 2002 e, atualmente, são cerca de 40 mil documentos digitalizados. Entre eles estão os administrativos da época do Império, como os livros de notas dos juízes de paz, os livros dos cartórios de Rosário de Minas, Chapéu D'uvas (atual Paula Lima) e Vargem Grande. Neste número também entram escrituras de compra e venda de imóveis e escravos, cartas de alforria e escrituras de perfilhação.

    Disponibilizar o acervo na rede é importante para preservar os documentos a partir do menor manuseio dos originais e, ao mesmo tempo, divulgar as informações. "Vai ser muito bom para quem não mora aqui e quer pesquisar sobre a história da região. Nem todo mundo tem internet, mas o acesso só está aumentando", comenta.

    Foto de documentos no Arquivo Foto de computador usado para digitalização

    Elione ainda diz que a digitalização vai contribuir para o ensino nas escolas da cidade, já que os alunos poderão acompanhar de perto sobre a história da região. "Se a professora mostra para os alunos uma carta de alforria de um escravo de São Paulo, que ela encontrou em um livro, agora ela vai poder mostrar a de um da região".

    Outra vantagem do projeto, citada por Elione é o fato de as pessoas terem a possibilidade de reproduzir o material em casa, o que também vai contribuir para preservar cultura. "Vamos supor que aconteça alguma coisa e a gente perca todas as informações. Vai ser mais fácil resgatar, pois uma pessoa salvou uma coisa e outra tem outro documento guardado".

    Conheça o arquivo histórico

    Foto de documentos no Arquivo No acervo do arquivo são encontrados documentos desde 1853, quando a Câmara Municipal da cidade foi criada e Juiz de Fora passou a ter documentação administrativa, até 1945. Todos os documentos expedidos após esta data ainda estão guardadas nos próprios setores da Prefeitura.

    O acervo do arquivo histórico começou a ser organizado em 1960 e mede 800 metros lineares. O tamanho é considerado grande. "Não conheço outro arquivo de cidade com este tamanho". Elione (foto abaixo) não soube dizer exatamente quantos documentos estão guardados lá. "Sabemos quantos documentos têm em cada série, mas ainda não somamos todas elas", explica.

    Foto de Elione Guimarães As séries de documentos compõem os fundos. No arquivo há o fundo administrativo, de cartório, de crimes, da justiça do trabalho e duas coleções de jornais. São o Diário da Tarde, de 1944 a 1986, e o Diário Mercantil, de 1912 e 1946. "Quando os jornais fecharam, recebemos essa doação".

    No fundo de cartório há livros de casamentos, nascimentos, óbitos e documentos eleitorais. O acervo também é composto por informações sobre plantas em imóveis tombados e praças da cidade. Sobre as plantas, as informações são de 1900 até 1945.

    Para Elione, a importância do arquivo está na preservação da informação. "Nós guardamos a informação, preservando a história da região, importante para pesquisa acadêmica e reprodução de documentos".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.