Quarta-feira, 23 de abril de 2008 atualizada às 13h

Procon de Juiz de Fora está fazendo teste piloto em forma eletrônica de atendimento ao consumidor, objetivo é ser mais rápido e eficaz



Renata Solano
*Colaboração

O Ministério da Justiça vai implementar uma nova versão do Sindec no Procon de Juiz de Fora. O Sindec é um programa desenvolvido com a finalidade de armazenar informações oriundas de reclamações formalizadas junto ao Procon, com o intuito de integrar e unificar o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor.

Segundo o superintendente do Procon/JF, Eduardo Schröder, este é um modelo piloto que está sendo testado nos estados de Tocantins, Ceará e Goiás e nos municípios de Juiz de Fora e Belo Horizonte. "Ainda estamos analisando e fazendo alguns ajustes no sistema, por isso até o final desta semana a Carta de Investigação Preliminar (CIP) vai ser feita de forma eletrônica".

Para isso, vai ser necessário que as empresas assinem um termo de compromisso com os Procons de que respondam aos e-mails em até cinco dias úteis. "Não é obrigatório que a empresa aceite o contrato, mas ele é vantajoso para ela, pois facilita o processo de resposta, uma vez que ele tem menos trabalho ao enviar a resposta do que teria se fosse por e-mail", afirma Schröder.

Segundo o superintendente, essa nova versão tem o objetivo de dar mais agilidade aos procedimentos, reduzindo custos tanto do Procon/JF como das empresas, além de permitir uma resposta mais ágil ao consumidor contribuinte, que procura o atendimento do órgão.

No entanto, a denúncia através da web, denominada como atendimento online, ainda não está funcionando na cidade. "É preciso verificar como é feito em outras cidades e ver um modelo funcional. Temos um parque tecnológico suficiente para atender a demanda, mas ainda achamos difícil receber denúncias sem a presença do consumidor. Por isso, a previsão é de que esse sistema esteja funcionando até o segundo semestre deste ano", define.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.