• Assinantes
  • Autenticação
  • Tecnologia

    Terça-feira, 12 de agosto de 2008 atualizada às 15h40

    Segundo ano do projeto Cine Aberto Cidades Digitais vai reunir 18 jovens para captar imagens de patrimôncios históricos através de celular

    Sílvia Zoche
    Subeditora

    O lançamento do segundo projeto Cine Aberto - Cidades Digitais, com participação de 18 jovens de seis cidades de Minas Gerais, acontece nesta quarta-feira, dia 13 de agosto, às 14h, em Belo Horizonte, no Museu Abílio Barreto.

    Através de oficinas com orientação de profissionais, os jovens (três de cada cidade) vão registrar através de celulares - em vídeo, foto e áudio - o patrimônio histórico cultural mineiro de suas cidades: Belo Horizonte, Cataguases, Diamantina, Itabira, Ouro Preto e Tiradentes.

    De 14 a 16 de agosto, acontece a primeira oficina, em Belo Horizonte, o chamado Fórum BH, um processo de residência criativa para o aprendizado de captação de imagens com celular, do uso dos computadores e transmissão do material para a internet. Depois deste processo, eles voltam para suas cidades.

    Em setembro, todos vão para Cataguases no Fórum Cataguases para discutirem e elaborarem como serão as filmagens. Ao voltarem para suas cidades, os jovens começam o processo de pesquisa e mapeamento do patrimônio cultural que vão registrar em celular.

    Em meados de outubro e novembro, uma equipe de profissionais vai passar por cada uma das cidades para orientar os jovens na captura das imagens, áudios e na elaboração dos relatórios.

    A intenção é que até fevereiro de 2009, o material produzido seja apresentado na internet no site do patrocinador - no total serão 20 vídeos, 200 fotos, 20 áudios e 20 textos (cada texto deve ter uma lauda, que vai representar o relatório de cada vídeo).

    Os jovens que fazem parte deste projeto já tiveram contato anteriormente com programas audiovisuais em coletivos culturais das organizações onde estão inseridos, segundo a assessoria de imprensa do Cine Aberto. Os jovens de Belo Horizonte fazem parte da ONG Contato; os de Cataguases; da Fábrica do Futuro; os de Diamantina, da Fevale; os de Itabira, da Casa Drummond de Andrade; os de Ouro Preto; da União da Juventude Ouropretiana; e os de Tiradentes, da Fundação Oscar Araripe.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.